FIFA REVELA QUE áRBITROS E JOGADORES FORAM PROCURADOS PARA MANIPULAR RESULTADOS DA COPA
30.05.2014

Fifa revela que árbitros e jogadores foram procurados para manipular resultados da Copa

 O chefe de segurança da Fifa, Ralf Mutschke, revelou na última quinta-feira (29) que alguns jogadores e árbitros foram procurados por pessoas interessadas em manipular resultados de algumas partidas da Copa do Mundo de 2014. A prática, temida pela entidade, não é novidade no meio do futebol e movimenta milhões de dólares por todo o planeta.

As partidas de maior importância, como a última rodada da fase de grupos do torneio, são as que mais chamam a atenção dos apostadores. Isso porque elas possuem um valor mais alto de aposta. O continente asiático é um dos locais em que a prática é mais frequente.

"Não estamos esperando que as pessoas que manipulam viajem para o Brasil e batam na porta dos jogadores ou dos juízes, mas sabemos que alguns foram procurados", revelou o executivo à BBC. Mutskchke, que já foi trabalhou na Interpol, acrescentou ainda que a Fifa acompanha de perto algumas seleções, mas disse que não poderia revelar quais são elas.

"Não posso falar quais são as seleções ou os grupos, mas posso dizer que a Inglaterra (grupo D, ao lado de Itália, Costa Rica e Uruguai) não está na chave de maiores riscos", declarou ele. Vale lembrar que a Nigéria – seleção que jogará na Arena Pantanal – disputou recentemente um amistoso contra a Escócia que está sendo investigado por conta de manipulação de resultado. A partida terminou empatada em 2 a 2.

A prática é recorrente em grandes campeonatos pelo Mundo. Na Itália o fato já se repetiu diversas vezes, porém, as equipes foram punidas. Na temporada 2005/06 Milan, Lazio, Fiorentina e Juventus foram punidas por envolvimento em ações deste tipo. A Juventus foi rebaixada e começou com pontos negativos. Já Lazio e Fiorentina disputaram a Série A, mas com 11 e 19 pontos negativos, respectivamente. O Milan iniciou a campanha com oito pontos negativos.

No Brasil o episódio ficou conhecido como ‘Máfia do Apito’ e envolveu o ex-árbitro de futebol, Edilson Pereira de Carvalho (integrante do quadro da Fifa). Em 2005 um grupo de investidores ‘negociou’ com o Juiz para garantir resultados em que haviam apostado em sites. Os 11 jogos apitados por Edilson acabaram anulados. O Corinthians foi campeão naquela temporada.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade