MORRE BEBê QUE TERIA SIDO ESPANCADO; OS PAIS SãO SUSPEITOS
28.05.2014

s

Clique para ampliar 

Após denúncia de hospital, a Polícia Civil desconfiou dos pais, que foram presos

Um menina de um ano e nove meses, que estava internada em estado grave na Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), morreu na madrugada desta quarta-feira (28), após seis dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). 


Na quinta-feira (22), o bebê teria sido espancado pelos pais, que estão presos, desde a semana passada, na cidade de Jaciara (a 70 km de Rondonópolis).

Na última sexta-feira (23), pela manhã, o casal foi preso acusado de agredir a criança. 

A menina apresentava hemorragia na região abdominal, além de lesões graves no fígado e no baço.

A mãe da criança, C.C.R., de 21 anos, e o padrasto, W.J.G.S., de 22, foram presos acusados de tentativa de homicídio.

A Polícia Civil recebeu a denúncia de que o bebê estava internado em estado grave na Santa Casa. 

Uma equipe de policiais descobriu que o casal reside em Jaciara. E que os dois chegaram ao hospital, na quinta-feira, por volta das 23 horas, alegando que a criança havia caído da cama.

Com a suspeita de traumatismo craniano, a menina foi transferida para o Hospital Regional de Rondonópolis, onde passou por exames e cirurgia, e e foi constatada hemorragia abdominal, com órgãos internos atingidos.

Devido à gravidade do quadro, ela foi levada para a UTI da Santa Casa. A equipe médica desconfiou da explicação do casal.

De acordo com a Polícia Civil, os investigadores conseguiram localizar C. e W. e levá-los para serem ouvidos pelo delegado Claudinei Lopes, no plantão integrado da 1ª Delegacia de Polícia da Vila Operária.

C. é mãe de três filhos: o bebê que morreu e era gêmea e um menino de três anos, todos filhos do mesmo pai, com quem esta separada cerca de um ano. 

Com W., ela convive há 5 meses, conforme revelou na delegacia.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade