DíVIDAS DE EMPRESAS TERCEIRIZADAS DA ARENA AINDA NãO FORAM PAGAS; EMPRESáRIOS PRESSIONAM
29.05.2014

Dívidas de empresas terceirizadas da Arena ainda não foram pagas; empresários pressionam

Os empresários prestadores de serviço da Arena Pantanal voltaram a se reunir com representantes do governo em busca de soluções para um problema que já vem desde janeiro. As empresas terceirizadas pedem o pagamento de aproximadamente R$ 15 milhões que alegam não ter sido feito pela Mendes Júnior, responsável pelas obras da Arena Pantanal.

Em reunião de aproximadamente duas horas com o secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf e o secretário extraordinário da Copa do Mundo, Maurício Guimarães, ficou decidido que o governo irá realizar mais um depósito entre R$ 7 milhões e R$ 11 milhões para saldar a dívida das medições de fevereiro deste ano que ainda não foram pagas.

O representante dos empresários, Rafael Rabello, explicou ao Olhar Copa que a Mendes Júnior já tem cerca de R$ 4 milhões para realizar o pagamento parcial para estas empresas e que o resto deverá ser saldado na semana que vem: “Os secretários nos garantiram que até a próxima quarta-feira (04) o dinheiro será repassado para a responsável pelas obras da Arena Pantanal”.

Na última reunião realizada no dia 15 de maio entre os empresários e a Secopa, ficou definido que a secretaria ‘bancaria’ a dívida de R$ 15 milhões. Foi prometido ás empresas que até o dia 19 de maio seriam realizados três pagamentos por parte do governo para sanar pelo menos grande parte dos débitos, porém, isso não aconteceu.

Rabello ainda afirmou que os empreiteiros estão voltando para finalizar os serviços, que devem ficar prontos antes do dia 10 na Arena Pantanal: “Não queremos fazer nenhum protesto contra a Copa. Estamos sem receber, mas vamos retornar os trabalhos imediatamente. Os secretários fizeram um compromisso com a gente”.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade