AGêNCIA NãO ENTREGA INGRESSOS E 300 TORCEDORES DE CAMPO GRANDE PODEM PERDER JOGOS DA COPA
10.06.2014

Agência não entrega ingressos e 300 torcedores de Campo Grande podem perder jogos da Copa

Cerca de 300 torcedores de Campo Grande estão com problemas para realizar o sonho de acompanhar de perto a Copa do Mundo de Futebol, que começa na próxima quinta-feira (12). Eles compraram pacotes para jogos que somam valor aproximado de R$ 365 mil, mas a agência de turismo alega não ter recebido os ingressos do agente credenciado.

Sem poder acompanhar os jogos do Mundial direto nos estádios, os campo-grandenses aguardam informações e prometem entrar na justiça. A agência de Campo Grande, no entanto, se antecipou aos clientes e registrou ocorrência na Delegacia de Defraudações da Capital colocando-se como vítima de uma agência carioca.

A empresária responsável pelas vendas em Mato Grosso do Sul já realizou reuniões com os compradores para tentar explicar a situação, mas os torcedores já se organizam para acionar judicialmente a empresa campo-grandense.

Os pacotes comprados tinham preços que variam entre R$ 300 e R$ 2 mil. Um cliente, que preferiu não se identificar, afirmou que comprou o pacote para a final no Rio de Janeiro, gastando o valor de R$ 1.600 e atribui a responsabilidade à agência local.

“É claro que agora ela quer se fazer de vítima. Já falou que está disposta a fazer o reembolso, mas não teria o dinheiro agora. Ele tem de ser responsabilizada e estamos estudando uma forma de garantir os nossos direitos”, afirmou.

Outro cliente está tentando um acordo direto com a empresa carioca e que ainda nesta segunda-feira (9) espera conseguir ter o dinheiro investido de volta. “Prefiro não comentar nada por enquanto. Estou tentando recuperar o meu dinheiro e qualquer coisa que falar poderia atrapalhar. Infelizmente ingresso para os jogos não será mais possível, mas se conseguir o dinheiro de volta já será um alívio”, afirmou.

Uma das diretoras da empresa, Livia Maymone Coelho Netto, disse que foi surpreendida com a atitude da empresa DMX Tours, do Rio, pois em outras ocasiões, como Rock In Rio e Copa das Confederações, já havia feito a parceria e tudo havia fluído normalmente.

“Somos vítimas neste caso, mas não estamos nos furtando a fazer os acordos com os nossos clientes, mas é preciso de um tempo para isso. Estamos acionando o agente carioca e vamos esperar um resultado satisfatório para todos. Um representante nosso está indo ainda nesta segunda-feira (9) ao Rio para tentar resolver o impasse”, afirmou a diretora da empresa Coelho & Neto.

 

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade