AGENTE PENITENCIáRIO é PRESO APóS TENTAR ENTRAR NA PCE COM SEIS CELULARES E UM TABLET
30.05.2014

Aos policiais, o agente que trabalha há 11 anos no presídio, confessou o crime, no entanto, não afirmou o valor do pagamento pelo serviço.

O agente penitenciário Joanisio Rosa Moraes, de 56 anos, foi preso em flagrante tentando entrar com seis aparelhos celulares e um tablet (computador de mão), na Penitenciária Central do Estado (PCE), localizada no bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá. A prisão do carcereiro ocorreu na manhã desta sexta-feira (30).

Ao RepórterMT, o diretor da unidade prisional, Roberval Barros, destacou que o agente já vinha sendo investigado diante das suspeitas. Segundo ele, há dois meses foi montada uma ação para tentar prender o homem, porém o mesmo não cometeu o crime, no dia previsto.

“Continuamos com as investigações e conseguimos realizar a prisão do agente em flagrante hoje (30). Ele estava com os aparelhos eletrônicos que seriam levados a detentos de alta periculosidade”, destacou.

Roberval ainda explicou que assim que o servidor foi preso, requereu na Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) a demissão do homem. “Ainda vamos abrir um procedimento administrativo para exonerará-lo o mais rápido possível”, explicou.

Após ser detido por agentes do Grupo de Intervenção Rápida (GIR) e do Serviço de Operações Especiais (SOE), Joanisio foi encaminhado a Central de Flagrantes da capital, onde foi autuado pelo delegado de plantão, Celso Gomes, pelo Artigo 349 do Código Penal, quando o criminoso ‘ingressa, promove, intermedia a facilitação de entrada de aparelho telefônico de comunicação móvel em estabelecimento prisional’. 

Aos policiais, o agente que trabalha há 11 anos no presídio, confessou o crime, no entanto, não afirmou o valor do pagamento pelo serviço. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade