BOLA DE OURO? SERGIO RAMOS DIZ VIVER O MELHOR ANO DE SUA VIDA
31.05.2014

 

Sergio Ramos ganha  a medalha da cidade de Sevilha (Foto: Reprodução / Facebook)Sergio Ramos ganha a medalha da cidade de Sevilha (Foto: Reprodução / Facebook)

Com jogadores como Cristiano Ronaldo, Luis Suarez e Lionel Messi na disputa, pensar que o um zagueiro como Sergio Ramos tem chances de ganhar a Bola de Ouro da Fifa, pode parecer ilusão, mesmo depois de uma brilhante temporada do espanhol pelo Real Madrid. Mas, prestes a disputar a Copa do Mundo no Brasil como candidato a protagonista, o merengue não está em busca de um feito inédito. O italiano Cannavaro o fez em 2006, quando jogava no mesmo Real, e bateu adversários como Henry e Ronaldinho para se consagrar o melhor do mundo.

Ramos foi peça-chave do técnico Carlo Ancelotti nas conquistas da Copa do Rei e da Liga dos Campeões da Europa. Além de sólidas atuações na defesa, com poucos erros, o zagueiro se especializou em marcar gols. Nesta temporada, fez sete. Mas não é qualquer gol. Dois deles foram os culpados por destroçar o Bayern de Munique, na Alemanha, nas semifinais da Champions. E o último, o mais espetacular de todos, saiu aos 48 do segundo tempo da decisão da competição europeia, quando o título estava praticamente entregue ao rival Atlético.

Por estes momentos, Sergio Ramos vive um ano especial. Em sua Seleção, não há um craque que centralize todas as atenções como Cristiano Ronaldo, Messi ou Neymar. Ao lado de jogadores como Iniesta, o goleiro Casillas, ou até Diego Costa - se for convocado por Del Bosque - o zagueiro é um grande personagem da Espanha. Até seu treinador sabe da importância de Ramos para o sucesso da Roja na Copa do Mundo.

- Eu tenho certeza que se o Sergio Ramos estiver bem, junto com o Piqué na zaga, o time todo jogará bem - comentou Del Bosque, exaltando a confiança que o defensor é capaz de passar para o resto do elenco.

Sergio Ramos comemroa gol do Real Madrid contra o Atlético de Madrid (Foto: Agência Reuters)Sergio Ramos comemora gol do Real Madrid contra o Atlético de Madrid na final (Foto: Agência Reuters)



O capitão da Espanha é Casillas, seguido na ordem de hierarquia por Xavi, do Barcelona. Mas a braçadeira poderia vestir bem em Ramos, que possui espírito de líder em seu estado mais puro. Embora reconheça que ficaria honrado se recebesse a oportunidade, o zagueiro não se preocupa com isso. Para ele, a braçadeira é simbólica, porque já se sente peça importante no vestiário da Roja. Ramos é um conciliador, jogador de grupo, e por isso suas respostas não vão fugir ao seu perfil. O assunto Bola de Ouro mesmo não é tratado como prioridade pelo zagueiro.

Não penso em Bola de Ouro. Meu objetivo é continuar mantendo o meu nível e fazer uma Copa estupenda"
Sergio Ramos

- É satisfatório e agradável que reconheçam seu trabalho individual, mas só quando também acontecem os sucessos no âmbito coletivo. E isso só é conquistado também pensando no coletivo, porque futebol não é um esporte individual. Não penso em Bola de Ouro. Meu objetivo é continuar mantendo o meu nível e fazer uma Copa estupenda - comentou Sergio Ramos.

Nesta sexta-feira o jogador do Real Madrid participou de uma cerimônia em Sevilha, onde recebeu a ‘medalha de ouro da cidade‘, prêmio dado a importantes representantes da região. Foi no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, do Sevilla, que Sergio Ramos deu seus primeiros passos antes do estrelato no futebol. Na noite desta sexta, o mesmo campo será palco do primeiro amistoso preparatório da Espanha para a Copa do Mundo.

Ainda de folga desde a final da Champions, o zagueiro assistirá ao amistoso das tribunas, e se junto ao elenco no dia 2 de junho. Em suas declarações, Ramos diz estar no melhor ano de sua vida, por ter se tornado pai e por vencer a Champions, nesta ordem. E a Copa do Mundo nem começou.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade