OPERAçãO LEI SECA LEVA 12 MOTORISTAS PARA PRISãO POR EMBRIAGUEZ EM CUIABá
30.06.2014

Em apenas uma hora, 12 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados, em Cuiabá, durante a Operação Lei Seca, na madrugada deste domingo (29). Os condutores foram presos em uma barreira de fiscalização concentrada somente em um trecho da Avenida Isaac Póvoas, na região central da capital, após o jogo entre Brasil e Chile.

O resultado foi divulgado pela Polícia Civil na tarde deste domingo, que coordena a operação ao lado do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar e órgãos como Departamento de Trânsito (Detran) e a Secretaria Municipal de Transportes Urbanos (SMTU). O teste apontou que os motoristas haviam ingerido álcool acima da quantidade permitida por lei ao volante – de 0,34 mg/l. Eles foram encaminhados ao Plantão Metropolitano da Capital e autuados por dirigir sob efeito de álcool.

De acordo com os dados, 19 carteiras de habilitação foram apreendidas e 40 autos de infração registrados. Durante a operação, dois homens foram presos, sendo um deles por porte ilegal de arma de fogo e outro por dano qualificado. O Batalhão de Trânsito informou que vai realocar a fiscalização para pontos de concentração de torcedores até o fim dos jogos da Copa de 2014.

Arte Lei Seca (Foto: G1)

Lei Seca
As regras da Lei Seca consideram ato criminal quando o motorista é flagrado dirigindo com índice de álcool no sangue superior ao permitido pelo Código Brasileiro de Trânsito: 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.
Nesse caso, a pena é de detenção de 6 meses a 3 anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação.

Condutores autuados por esse tipo de infração pagam R$ 1.915,40 de multa,  perdem 7 pontos na carteira e têm a CNH apreendida. O valor é dobrado caso o motorista tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores.

Se o bafômetro registrar um índice igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar, mas abaixo do 0,34 permitido pelo Código de Trânsito, o condutor é punido apenas com multa.
No exame de sangue, o motorista será multado por qualquer concentração de álcool, e pode ser preso se tiver mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade