IDOSO é PRESO APóS ESFAQUEAR ATé A MORTE NAMORADA 40 ANOS MAIS NOVA
04.07.2014

Um idoso de 65 anos foi preso na noite desta quinta-feira (3) em Cubatão, na Baixada Santista, suspeito de esfaquear e matar a namorada de 24 anos, no bairro Jardim Imbuias, na zona Sul da capital paulista. O crime aconteceu no dia 25 de janeiro de 2014, na residência da mãe da vítima, em São Paulo, e teria ocorrido na frente de um dos filhos da mulher, que tem cinco anos de idade.

Valter Soares Pinho foi preso na casa da irmã, localizada no bairro Vila Natal. Os policiais chegaram até o suspeito após receberem uma denúncia anônima sobre o paradeiro do idoso. Com essa informação em mãos, eles montaram uma campana na frente da casa e o capturaram quando ele voltava para casa do trabalho. “Ele estava trabalhando, retornando para a casa da irmã dele, quando foi abordado na rua pelos investigadores da Polícia Civil. Eles perguntaram se ele sabia a razão pela qual ele estava sendo preso e ele confirmou que sabia. Diante disso, o Valter resolveu confessar que realmente matou a sua companheira. Eles conviviam há três anos juntos”, afirma o delegado Wanderley Mange.

De acordo com Valter, ele teria saído à noite e esperou a dona de casa Nelha Daiane Ribeiro de Morais, então sua namorada, em um baile de forró. “No dia dos fatos, ele contou que havia passado o dia inteiro no forró, bebendo muito. Ele teria dado dinheiro para ela ir e ela ficou de encontrá-lo no forró, mas não foi. Quando ele saiu do local, ela não estava na casa dela. Sendo assim, ele se dirigiu a casa da mãe dela, onde houve a discussão na cozinha da casa.  Nesta ocasião, munido de um canivete, o Valter desferiu dois golpes na região abdominal da vítima. Os ferimentos levaram a vítima a óbito”, explica o delegado.

Delegado Wanderley Mange diz que suspeito será transferido para Santos, SP (Foto: Rodrigo Martins / G1)
Delegado Wanderley Mange diz que suspeito será
transferido para Santos (Foto: Rodrigo Martins / G1)

A polícia destaca ainda que o testemunho do filho mais novo de Nelha contribuiu para que o pedreiro fosse identificado como o responsável pelo crime. As investigações foram realizadas com base nos depoimentos de um dos dois filhos de Nelha, que presenciou o assassinato. O menino de cinco anos estava na casa da avó quando Valter chegou embriagado e agrediu a namorada. “A criança estava no local e o crime teria sido acompanhado pelo filho da vítima. Tanto é que, com base no relato dele, se chegou a autoria do crime”, comenta Mange.

O suspeito teve a prisão temporária de 30 dias pedida e deverá ser encaminhado para a carceragem do 5° Distrito Policial de Santos, no litoral de São Paulo, nesta sexta-feira (4).

Valter usou uma faca para matar a namorada em São Paulo (Foto: Rodrigo Martins / G1)Valter usou canivete para matar a namorada em São Paulo (Foto: Rodrigo Martins / G1)
Melha foi morta pelo namorado no começo do ano em São Paulo (Foto: Rodrigo Martins / G1)
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade