MUVUCA NãO QUER FAZER PACTO DE 'ELEIçãO LIMPA' E ATACA SENADOR
08.07.2014

O candidato ao governo pela coligação “Mobilizar e Humanizar”, o jornalista José Marcondes Muvuca (PHS), foi o único a se manifestar contrário à proposta do senador Pedro Taques (PDT) para a formalização de um pacto entre todos os postulantes por uma eleição limpa e sem ataques. Muvuca afirma que com o senador "não faz pacto nem para ir para o céu."

Inimigo declarado do senador pedetista, o jornalista dá sinais de que deve fazer uma campanha dura contra Taques. Apesar de afirmar que não guarda rancor de seu adversário nas urnas. O jornalista acusa Taques de ter copiado seu plano de governo, apesar de ainda não ter tido acesso a íntegra das propostas do pedetista. 

Muvuca aproveitou para fazer uma nova proposta. O jornalista pediu para que todos os candidatos abram a o sigilo bancário de seus familiares, desde a eleição de 2010 para comparar que se houve crescimento vultoso nos bens. 

ELEIÇÕES LIMPAS
Na última sexta-feira (04) durante o registro de seu candidatura o senador propôs ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Juvenal Pereira da Silva a formalização de um pacto entre todos os postulantes ao comando do Paiaguás. 

Esse pacto seria parecido com um termo de ajustamento de conduta (TAC), onde os postulantes se comprometam a fazer uma eleição limpa, propositiva e sem trocas de acusações.

O presidente deve levar a proposta de Taques para a apreciação do pleno do Tribunal, ainda nesta semana. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade