CUIABá RECEBE MUSICAL E INFANTIL "O MENINO TERESA"
15.07.2014

A ideia de uma menina que decide, por uma tarde, virar um menino ganha um ar divertido no espetáculo “O Menino Teresa”. Vencedor dos Prêmios APCA Melhor Cenário e FEMSA Melhor Atriz e Melhor Cenário, o musical infantil, segunda produção da premiada Banda Mirim, foi selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2013/2014 para percorrer seis capitais. Começou por Curitiba e agora chega a Cuiabá com apresentações gratuitas nos dias 22, 23 e 24 de julho, às 15h, no teatro do Sesc Arsenal. Depois desembarca nas cidades de Porto Alegre, Florianópolis, Brasília e Goiânia.

Com texto e direção de Marcelo Romagnoli, a atriz Cláudia Missura é Teresa, uma menina com muita convicção e ingenuidade, pronta para desvendar os mistérios que envolvem os costumes e hábitos do mundo masculino.

Como em uma brincadeira de caça ao tesouro, a heroína organiza uma expedição – no melhor estilo Indiana Jones – e segue para o quarto escuro e abandonado dos meninos. Com uma vela na mão e na outra um mapa, Teresa aparece em cena com suas dúvidas e certezas, seus pensamentos e suas atitudes sobre as questões dos gêneros.

“Curiosidade é a palavra que move a infância”, explica Romagnoli. “Em O Menino Teresa, discutimos gênero, trocamos identidades e ampliamos as possibilidades. Isso através de uma menina que irá subverter a ordem ao entrar no quarto dos meninos”, completa.

Neste musical há somente mais uma personagem representada pela compositora e instrumentista Tata Fernandes, que empunha uma guitarra, canta e ajuda a protagonista a entender o universo masculino. 

Espetáculo delicado e intimista, O Menino Teresa busca também, nesse desvendamento do masculino, o reencontro da menina com a figura paterna. Os mistérios do outro sexo são tratados de forma divertida e suave, onde vale mais a diversão do que as certezas dos adultos.

Teresa descortina um mundo em que há mais igualdades do que diferenças – sempre anotando tudo no caderninho que leva no bolso, e no qual faz um detalhado “placar” entre os sexos.

Trazendo os desafios da infância em investigar o mundo, o outro e a si mesmo, O Menino Teresa é um delicioso convite para falar sobre a identidade e discutir os padrões ou a falta deles. “Por isso, propomos um bate-papo com a plateia ao final das apresentações”, acrescenta o diretor.

Após ser adaptada para a linguagem televisiva para gravação de especial veiculado na TV Cultura e ter virado série de oito episódios no suplemento “Folhinha” do jornal Folha de S.Paulo, a peça O Menino Teresa ganha sua versão em livro com o lançamento de 
“Os Mundos de Teresa” de Marcelo Romagnoli (Ed. Companhia das Letrinhas) que é vendido depois das sessões.

Essas apresentações marcam também as comemorações de 10 anos do grupo, completados em 2014, prometendo muita diversão.

SERVIÇO:

O Menino Teresa
Local: Sesc Arsenal (Rua 13 de junho, s/n Bairro Porto – Cuiabá)
Datas e horários: 22, 23 e 24 de julho, terça a quinta, às 15h
Entrada: franca
Classificação: livre - Recomendado a partir de 5 anos.
Duração: 50 minutos.

Sobre a Banda Mirim

Sediada na cidade de São Paulo e completando 10 anos de atividade, a Banda Mirim é um grupo composto por artistas provenientes de várias áreas - entre atores, músicos, cantores e artistas circenses-, que vem se destacando, desde 2004, com seus espetáculos multidisciplinares destinados ao público infanto-juvenil.

Desde sua criação, dedica-se a inventar e produzir atividades cênicas, tanto espetáculos como oficinas, que combinem linguagens derivadas do circo, do teatro e da música, buscando neste elo de integração traduzir a poesia e o universo das crianças.

Contabilizando mais de 100.000 espectadores, 600 apresentações, dois cd´s, dois especiais para televisão, uma série em jornal e algumas Mostras de Repertório, seu trabalho inclui os premiados espetáculos:

Felizardo (2004), APCA/05 Melhor Espetáculo Musical, Femsa/05 Melhor Trilha Sonora e CD lançado em 2007. O Menino Teresa (2007), APCA/07 Melhor Cenário, Femsa/08 Melhor Atriz e Cenário, programa especial para TV Cultura e episódios no suplemento Folhinha do jornal Folha de SP. Sapecado (2008), APCA/08 Melhor Texto e Espetáculo; Femsa/08 Melhor Texto, Trilha Sonora, Espetáculo; CPT/08 Melhor Espetáculo Juvenil e Trilha; Eleito o Melhor Espetáculo Infantil/08 pelo Júri do Guia da Folha e pela revista VEJA. Espoleta (2010), APCA/10 Melhor Direção; Femsa/10 Autor de Texto Original e Melhor Atriz; Melhor Espetáculo Infantil/10 pelo Júri do Guia da Folha e pela revista VEJA; CD lançado pelo selo SESC e gravação de especial para TV Cultura. Rádio Show (2011). O Fantasma do Som (2013) três indicações ao Prêmio Femsa (resultado ainda não divulgado).

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade