MUVUCA E TAQUES DE FRENTE E SEM APERTO DE MãO. VEJA VíDEO
14.07.2014

Os candidatos ao governo do estado, Pedro Taques (PDT, e o jornalista José Marcondes Muvuca (PHS), tiveram um encontro incomum na tarde de hoje (14), sentaram na mesma mesa  para tentar uma conciliação em processo movido pelo senador contra o jornalista.

 

Há três anos, o jornalista e candidato a governador, Marcondes Muvuca, escreveu uma série de artigos e fez post no Facebook ligando o nome de Pedro Taques a uma suposta máfia dos combustíveis em Cuiabá.

 

Muvuca chegou primeiro para a audiência de conciliação, sem advogados, apenas acompanhado de sua esposa. Já Pedro Taques chegou acompanhado do seu advogado, Paulo Taques. Ao chegar na sede do juizado especial, na avenida do CPA, Edifício Maruanã, Taques não quis cumprimentar o concorrente na disputa eleitoral, apenas se limitou a dar entrevistas à imprensa.  

 

O candidato do PHS desaprovou a atitude do senador. Segundo Muvuca, “na civilização que o meu adversário vive isso não é permitido. Lamentável a atitude do meu oponente”.

 

A audiência não durou nem dez minutos. A proposta do jornalista Marcondes Muvuca foi a de que ele faria uma retratação pública, no caso dos artigos e do post, se o senador pedetista promovesse a quebra do sigilo bancário da sua esposa, Samira Martins.

 

Taques saiu da audiência dizendo que todo cidadão tem o direito de se manifestar. “Eu também, como cidadão, tenho o direito de defender minha honra e da minha família quando há ataques”. O senador disse que o candidato adversário está usando o momento eleitoral para se promover”.

 

Muvuca rebateu de pronto: “de forma alguma, pelo contrário, eu estou ansioso para que isto termine logo e possamos entrar no debate eleitoral apenas com propostas e ideias para Mato Grosso. Quem quer usar essa ação no processo eleitoral é ele, que pediu resignação do processo justamente pra que a ação entrasse em pauta durante o período eleitoral. O objetivo dele é claro, me impedir de participar dos debates”.

 

- “Eu faço um clamor, se o Taques quer governar Mato Grosso ele tem que me enfrentar nos debates, a exemplo dos demais candidatos, como o Lúdio Cabral e José Riva”. 



COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade