TAQUES PROMETE PARCERIA COM MUNICíPIOS NA SAúDE
17.07.2014

A necessidade de comprometimento do governo estadual com os serviços públicos de saúde está entre as principais queixas que o candidato Pedro Taques (PDT) vem ouvindo dos cidadãos durante os primeiros atos de campanha. 

O pedetista priorizou em seu plano de governo o setor da saúde, firmando o compromisso de fazer com que o estado seja parceiro dos municípios - fortalecendo a rede de atenção básica e regionalizando os serviços de média e alta complexidade. 

Para Pedro Taques, os pacientes do interior devem ter qualidade de atendimento perto de seus locais de moradia e da família. No entanto, ele observa que em Mato Grosso é crítica a oferta dos serviços de saúde, “sendo perceptível pela demora e precariedade na realização de procedimentos e atendimentos, e também pela falta de leitos hospitalares e unidades de tratamento intensivo”. 

Conforme notícias veiculadas na imprensa de Mato Grosso, o governo estadual acumula dívida de mais de R$ 50 milhões com os municípios para a área da saúde. “A população de Mato Grosso não aceita mais conviver com atrasos de recursos públicos que deveriam estar nos municípios e desaparecem na burocracia do governo, por incompetência e por má fé”, disse candidato a governador.

No plano de governo, Pedro Taques definiu três estratégias de atuação na saúde: cooperação entre Estado e Municípios com foco na atenção básica; regionalização dos serviços e ações de média e alta complexidade; e humanização e eficiência do SUS no estado. 

O senador destacou que a saúde pública é uma das áreas sociais mais importantes, pois não só demonstra a prestação de serviços essenciais e a ocorrência de doenças, mas também evidencia a qualidade de vida da população. Em Mato Grosso, as taxas de incidência de doenças como hanseníase, tuberculose, leishmaniose, malária, dengue, hantavírus, hepatite tipo B são elevadas. 

“A saúde envolve esforços e ações da Administração Pública de maneira a proporcionar o melhor nível de oferta e de qualidade dos serviços. Ninguém pode ser privado de receber tratamento eficiente e humano e nós vamos trabalhar por isso”, destacou.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade