RODRIGO JANOT DESCARTA SUSPEIçãO DE PROCURADORA DA ARARATH CASADA COM DONO DE FACTORING
17.07.2014

O procurador geral da república e chefe do Ministério Público Federal Rodrigo Janot descartou que haja qualquer tipo de suspeição sobre o nome da procuradora Vanessa Scarmagnani, que atua na Operação Ararath na investigação de empresas que agem irregularmente como instituições financeiras sem autorização do Banco Central.

A questão levantada é que Vanessa é casada com Jean Cleber Lopes Scarmagnani, sócio da Positiva Factoring, empresa que atua em Cuiabá e é de propriedade do pai, Claudecir Scarmagnani.

Em resposta ao questionamento da reportagem, o procurador disse que a investigação está centrada em atividades ilícitas e aos autores de eventuais crimes.

"Não existe nenhuma suspeição sobre a atividade de fomento, que é lícita e regulamentada. A investigação se volta contra atividades ilícitas e os autores de eventuais crimes. Nada na investigação indica motivo para o afastamento da procuradora natural do caso, uma vez que o marido da procuradora não é alvo da investigação.

Diferente opinião nutre o deputado e candidato ao governo José Riva (PSD). Na sua opinião, o procurador faz campanha para o senador e também candidato Pedro Taques (PDT).

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade