FORAGIDO, GERENTE DE BANCO PODE TER DEIXADO BRASIL
18.07.2014

Segue foragido o gerente da Caixa Ecônomica Federal da rua 13 de Junho, Ricardo Acosta. Agentes estiveram na manhã desta sexta-feira (18), à procura dele. Até o momento, 3 pessoas foram detidas e levadas para a Superintendência da Polícia Federal em Cuiabá. Outro funcionário da unidade, Olímpio Damasceno, foi conduzido coercitivamente e ouvido pelo delegado encarregado do caso.

A operação 13 de Junho foi delfagrada nesta sexta-feira (18) com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que praticava fraudes para obtenção de empréstimos junto à Caixa Econômica Federal.

Ao todo, estão sendo cumpridos 37 mandados de busca e apreensão domiciliar, 06 mandados de prisão temporária e 24 de condução coercitiva, expedidos pela 5ª Vara Federal do Mato Grosso, nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Denise, Nova Marilândia, Arenápolis, Nobres, Novo São Joaquim, Cáceres e Morrinhos (GO).

A investigação teve início com a instauração de inquérito policial em abril de 2014, quando foi verificada a existência de associação criminosa chefiada por empregado público da CEF, o qual simulava a contratação de empréstimos consignados em nome de terceiros, informando falsamente que o mutuário seria servidor público. Estima-se que mais de R$ 3.200.000,00 (três milhões e duzentos mil reais) foram desviados.

Os acusados responderão pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira, peculato impróprio, corrupção ativa, lavagem de capitais e de associação criminosa.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade