MENDES NEGA BOICOTE A JAIME E EVITA FAZER AVALIAçãO
22.07.2014

O prefeito de Cuiabá e presidente regional do PSB, Mauro Mendes, negou que o senador Jaime Campos (DEM) estivesse sofrendo boicote no grupo que dá sustentação à campanha de Pedro Taques (PDT) ao Governo.

O senador desistiu da reeleição, na noite desta segunda-feira (21), por sentir "falta de reciprocidade" e apoio no grupo. 

“Eu pedi voto para ele, hoje (21), no lançamento da campanha do Fábio Garcia. Quem estava lá viu. Colocamos material para divulgar a campanha dele. Contra fatos não há argumentos”, afirmou Mendes, após o lançamento da campanha a deputado federal do ex-secretário Fábio Garcia (PSB).

"Eu pedi voto para ele hoje no lançamento da campanha do Fábio Garcia, quem estava aqui viu. Colocamos material dele, para divulgar a campanha dele"

Mendes negou que estivesse apoiando a campanha do candidato Wellington Fagundes (PR), que concorre ao Senado pelo grupo da situação, liderado pelo candidato a governador Lúdio Cabral (PT).

Para Mendes, tudo não passa de “fofoca política”. 

“Nós estamos dentro de uma coligação e eu já declarei publicamente que sou um homem de respeitar os compromissos que assumo. Isso tudo é fofoca política, o que vale é aquilo que combinei”, disse.

Coordenador da campanha de Taques, Mendes não quis opinar se a desistência de Jaime poderia fortalecer os candidatos Lúdio e José Riva (PSD).

“É muito cedo para avaliar, preciso saber dos fatos para poder me posicionar. Não posso fazer uma avaliação sabendo dos fatos de maneira superficial”, completou.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade