SARGENTO DA PM é BALEADO DENTRO DO TRIBUNAL DE JUSTIçA
22.07.2014

Um homem foi baleado na cabeça dentro do Tribunal de Justiça de Alagoas, localizado no centro de Maceió, na manhã desta terça-feira (22). A vítima foi identificada por colegas de trabalho como Silva, sargento da Polícia Militar. Ele foi levado em um carro do TJ ao Hospital Geral do Estado (HGE) em estado grave.

Quando aconteceu o incidente, os desembargadores tinham acabado de suspender a sessão que julgava um recurso da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE). A ALE tentava reverter a decisão da Justiça de suspender o corte no repasse da verba ao Ministério Público do Estado de Alagoas (MP-AL) para o exercício 2014.

De acordo com funcionários do TJ, o sargento fazia a segurança e também era motorista do desembargador João Luiz Lessa. O capitão Vilar, colega do sargento, acredita que ele tenha atirado contra si memso, já que não foi visto nenhum suspeito fugindo do local, entretanto, o fato ainda será apurado pela polícia.

O desembargador Tutmés Airan diz que Silva era conhecido por ser brincalhão e era considerado uma pessoa tranquila. "Hoje de manhã ele falou que haviam sequestrado a esposa e o filho, mas nós pedimos à polícia para checar a informação e essa hipótese foi descartada", informou o desembargador Tutmés Airan, que lamentou o ocorrido.

Após ser baleado, Silva ficou agonizando na rampa que dá acesso ao pleno do TJ. A todo momento, enquanto aguardava socorro, ele repetia que era inocente.
A assessoria de comunicação do HGE informou que o estado de saúde da vítima é grave, mas estável. Silva passou por um raio-X e ficará em observação, aguardando avaliação de um cirurgião.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade