PA E MT LIDERAM DESMATAMENTO NO ACUMULADO DE 11 MESES NA AMAZôNIA
21.07.2014

O desmatamento na Amazônia Legal brasileira no mês de junho cresceu 358% na comparação com o igual período de 2013. Passou de 184 quilômetros quadrados para 843 quilômetros quadrados entre as épocas, indicou nesta segunda-feira (21) o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

O Pará (54%) encabeçou o ranking, com uma área de 464 km2 desmatados. Foi seguido pelo Amazonas (16%), onde o bioma perdeu 136 km2; em  Rondônia (15%) foram 126 km2; Mato Grosso (14%) outros 115 km2 e o Acre(1%) responsável por 2 km2. A cobertura de nuvens em junho chegou a 30%, de acordo com a organização.

Segundo o Imazon, a maioria (59%) do desmatamento em junho de 2014 ocorreu em áreas privadas sob diversos estágios de posse. O restante foi verificado nas Unidades de Conservação (27%), assentamentos da reforma agrária (13%) e Terras Indígenas (1%).


Acumulado
No acumulado que vai de agosto de 2013 a junho de 2014, o Pará lidera o ranking do desmatamento, concentrando 38% das ocorrências. Mato Grosso aparece na vice-liderança, com 22%, enquanto Amazonas e Rondônia têm 16% cada um.

No Pará foram 644 km2 desmatados, seguido por Mato Grosso, onde foram 378 km2 e Amazonas 272 km2.

Quando comparado com o desmatamento verificado de agosto de 2012 a junho de 2013, houve um aumento de 254% na área de floresta perdida em Roraima e 262% no Acre. Enquanto isso, Parábaixou em 14% o registro e Mato Grosso outros 35%.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade