PELO MENOS QUATRO ôNIBUS SãO DANIFICADOS DURANTE GREVE NO RECIFE
28.07.2014

Pelo menos quatro ônibus foram danificados na manhã desta segunda-feira (28), durante a greve dos rodoviários no Grande Recife. Os quatro veículos foram danificados no Terminal do Barro, na Zona Oeste da capital, e um deles sofreu um princípio de incêndio, que foi controlado pelos funcionários do terminal. Um homem foi autuado por dano qualificado, suspeito de ter quebrado os vidros de um coletivo, e levado para a Central de Flagrantes, também no Recife.

Segundo policiais militares do 2º Batalhão da Polícia Militar, os funcionários do terminal conseguiram apagar as chamas do ônibus incendiado, que atingiram uma parte pequena do coletivo. Os outros veículos tiveram os vidros de algumas janelas quebrados. O homem detido suspeito de depredação tem até as 15h desta segunda para pagar a fiança, no valor de um salário mínimo, para ser liberado. Caso contrário, ele será encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima.

Motoristas abandonaram ônibus em rotatória no Complexo de Salgadinho e local ficou congestionado (Foto: Mônica Silveira/TV Globo)
Motoristas abandonaram ônibus em rotatória no Complexo
de Salgadinho e PE-15 ficou congestionada.
(Foto: Mônica Silveira/TV Globo)

Também houve registros de confusão no Terminal Integrado de Xambá, em Olinda, no Grande Recife. Mais cedo, na PE-15, no bairro de Salgadinho, também em Olinda, os passageiros fecharam a rodovia depois que um grevista baixou o pneu do ônibus em que estavam. Perto do Complexo de Salgadinho, alguns motoristas de ônibus abandonaram os veículos na rotatória da região, causando engarrafamentos. O sindicato dos empresários de ônibus (Urbana-PE) informou que ainda não tem um balanço com o número de coletivos depredados durante o movimento. A última informação é de que 75% da frota saiu das garagens.

Em Olinda, o trânsito ficou travado na Avenida Presidente Kennedy, na Joaquim Nabuco e demais vias para quem tentava seguir para o bairro do Varadouro. Segundo a Secretaria de Trânsito de Olinda, o fluxo de veículos melhorou próximo do meio-dia.

No Recife, foi necessário que a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) montasse bloqueios em pontos estratégicos da capital para evitar transtornos no trânsito. No final da manhã, a CTTU informou que o trânsito voltou ao normal, sem problemas por causa da greve. Por causa dos protestos, os terminais de Xambá, Macaxeira e Barro foram fechados durante a manhã, conforme o Grande Recife Consórcio de Transporte. Mas todos três já foram reabertos.

O Sindicato dos Rodoviários informou neste início de tarde que a orientação passada para a categoria é a mesma dada durante a manhã, para que os motoristas e cobradores continuem trabalhando. “Não queremos que a greve seja considerada ilegal. A orientação é que, enquanto nosso jurídico não derrubar a liminar, cumpra o que foi determinado. Nossa greve é legal”, garante Benilson Grilo, presidente da entidade. Decisão liminar concedida na sexta-feira (25) pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) determinava que 100% dos trabalhadores cumprissem seus horários. Os rumos da greve só devem ser detalhados em coletiva de imprensa do sindicato, na tarde desta segunda. 

Passageiros enfrentam tumulto para entar em ônibus no Terminal da Macaxeira (Foto: Katherine Coutinho/G1)Passageiros enfrentaramm tumulto para entar em ônibus no Terminal da Macaxeira, pela manhã.
(Foto: Katherine Coutinho/G1)

O porquê da greve
Motoristas, cobradores e fiscais de ônibus decidiram cruzar os braços em assembleia realizada no dia 23. Eles aprovaram indicativo de greve e comunicaram a decisão ao Ministério Público do Trabalho (MPT). A categoria não aceita a proposta de reajuste de 5% nos salários e no tíquete-refeição, feita pelo Urbana-PE. Eles querem aumento de 10%, proposto pelo MPT, e elevação no valor do tíquete-refeição de R$ 171 para R$ 320.

A greve deve afetar a vida de cerca de 2 milhões de passageiros que utilizam o transporte diariamente na Região Metropolitana. Atualmente, o sistema conta com aproximadamente 3 mil veículos integrando a frota, distribuídos em 385 linhas e 18 empresas operadoras de ônibus. São feitas, em média, 25 mil viagens por dia. O sistema conta também com mais de 15 terminais integrados.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade