RAPAZ é PRESO AO TENTAR JOGAR CELULARES DENTRO DE MAIOR PRESíDIO DE MT
30.07.2014

Um rapaz de 22 anos foi preso na noite desta terça-feira (29) ao ser flagrado tentando jogar sete aparelhos de celular dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, maior presídio de Mato Grosso. Após a prisão, ele contou que um agente penitenciário seria o responsável por pegar os telefones que ele iria arremessar em direção à parte interna da unidade prisional, localizada no Bairro Jardim Industriário, em Cuiabá, e entregar aos detentos, segundo a Polícia Militar.

Os celulares, carregadores e chips foram revestidos com esponjas para evitar que danificassem na queda. Consta do boletim de ocorrência registrado pela PM que o suspeito foi visto perto do muro da penitenciária com uma motocicleta e uma bolsa preta. No bolso dele ainda foi encontrado um cachimbo usado para o consumo de droga.

Ao revistar a bolsa, os policiais encontraram os celulares. Questionado sobre o que pretendia fazer com os celulares, o suspeito relatou que ele e uma mulher que estava com ele no local anteriormente iriam jogar os aparelhos dentro do presídio, ‘pois lá teria um agente prisional que pegaria os materiais para serem entregues no raio 2‘, conforme o boletim.

Após a chegada da polícia, a mulher que estava com ele teria fugido a pé, levando a chave da motocicleta, como o suspeito alegou aos policiais. O rapaz já tinha quatro passagens na polícia pelos crimes de furto e roubo.  No entanto, apesar de já ter sido preso anteriormente, ele ficou extremamente nervoso e passou mal depois do flagrante. Por causa disso, foi levado até uma unidade de saúde, onde recebeu atendimento, e depois disso foi levado para Central de Flagrantes, que fica no Bairro Planalto, na capital.

No estado, 25 agentes prisionais são investigados por suspeita de entrar com celulares e drogas nos presídios e cadeias do estado, segundo a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade