SERVIDOR DA SEDUC TERIA ASSEDIADO ALUNA MENOR DE IDADE
04.08.2014

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) determinou a instauração de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra um técnico administrativo educacional, acusado de supostamente ter assediado sexualmente uma aluna menor de idade, da rede estadual.

O caso teria ocorrido em 23 de fevereiro de 2012, quando o servidor estava lotado na Escola Estadual Alexandre Leite, no município de Ribeirãozinho (627 km ao Sul de Cuiabá).

A portaria que instaurou o processo administrativo foi publicada no Diário Oficial que circula nesta sexta-feira (1º), mas foi assinada em 11 de abril passado pela titular da Seduc, Rosa Neide Sandes, e pelo auditor-geral do Estado (AGE), José Alves Pereira Filho.

Conforme a portaria, a denúncia chegou à Seduc por meio de Boletim de Ocorrência, registrado pela família da menor.

Uma comissão formada pelos servidores Gislene Aparecida da Silva Stoelben, Arlete Maria Luiz da Costa e Benedita Márcia D´Almeida Bianchi deverá dar início às investigações sobre o suposto assédio dentro de dez dias.

A comissão terá 60 dias para investigar o caso, a partir da citação do servidor acusado. O prazo que poderá ser prorrogado pelo mesmo período, caso seja necessário.

No decorrer do processo, o servidor terá direito à ampla defesa.

Segundo a assessoria da Seduc, até que o processo administrativo seja concluído, o servidor segue trabalhando em um setor administrativo da secretaria, no município - mas fora da escola onde o suposto assédio ocorreu.


COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade