CUIABÁ NÃO SE INTIMIDA, DOMINA INTER, MAS CEDE EMPATE NO FIM
02.05.2014

 

Lance de Cuiabá e Inter, nesta quinta-feira: o Dourado manteve hegemonia de times da casa na Arena Pantanal, sem derrotas

Do Futebolpress

O Cuiabá não ficou intimidado por enfrentar adversários do quilate de Dida, Alex ou D’Alessandro. Jogando de igual para igual, o Dourado conquistou um bom empate com o Internacional, por 1 a 1, na noite desta quinta-feira, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela segunda fase da Copa do Brasil.

O empate colorado saiu apenas nos minutos finais e garantiu uma vantagem importante aos gaúchos. Agora, o Inter passa até mesmo com um empate sem gols. Aos mato-grossenses, resta vencer com qualquer placar ou então empatar por dois ou mis gols. A partida de volta está marcada para daqui a duas semanas. No

Os dois se enfrentam no dia 15 de maio (quinta-feira), às 21h50, em outra arena da Copa, o Estádio Beira Rio. Quem vencer este duelo, terá pela frente o ganhador de Chapecoense x Ceará ou Parnahyba-PI.

Grata surpresa

O Cuiabá não se intimidou com o fato de enfrentar um dos principais clubes do país. Logo a um minuto, o Dourado já mostrou seu cartão de visitas. O meia Gilsinho recebeu em posição legal pela direita e soltou uma bomba. O goleiro Dida espalmou para o meio da área e a zaga do Inter tirou.

O Colorado até tentou dar o troco, mas faltou pontaria para seus meias. Aos seis minutos, o lateral Fabrício cruzou rasteiro da esquerda e Alex encheu o pé. À frente do gol, o zagueiro Diego Macedo tirou para escanteio. Aos 17, D’Alessandro arriscou da intermediária, mas mandou para fora.

O jogo continuou bastante equilibrado nos minutos seguintes, mas quem comemorou foi o time mato-grossense, aos 24 minutos. Após bela troca de passes, o atacante Cleverson escapou pela esquerda e cruzou rasteiro. No meio da área, o meia Washington mandou para o gol.

Os donos da casa ainda tiveram uma oportunidade de ouro para chegar ao segundo gol. Cleverson fez grande jogada pela direita e tocou na medida para o meia Diego Torres. O jogador, sem marcação, mandou por cima do gol. Empate só no fim

Na segunda etapa, o Inter voltou com uma postura completamente diferente. Com a entrada do atacante Jorge Henrique na vaga do lateral-direito Gilberto, os visitantes marcaram mais a saída de bola e pressionaram o Cuiabá no campo de defesa.

Aos oito minutos, os gaúchos chegaram com perigo de novo. Fabrício cruzou e o goleiro William Alves afastou mal. Para sorte do camisa 1, Diego Macedo estava atento e afastou. O Colorado ainda criou outras duas boas chances com D’Alessandro, aos 19 e aos 23. Na primeira ele, mandou para fora. Na segunda, Diego Macedo salvou de novo.

Embora o Inter dominasse, o Dourado seguia perigoso nos contra-ataques. E até poderia ter matado o jogo, aos 32, quando Diego Torres cabeceou fraco nas mãos do goleiro Dida. Mas como diz a velha máxima, quem não faz toma. No final, aos 40, o atacante Rafael Moura recebeu sozinho na área, dominou e bateu de virada.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade