DESLIZAMENTO DE TERRA NO AFEGANISTÃO DEIXA MORTOS E DESAPARECIDOS
02.05.2014

 

Imagem retirada de vídeo mostra o local do deslizamento no Afeganistão (Foto: AP Video)
Imagem retirada de vídeo mostra o local do
deslizamento no Afeganistão (Foto: AP Video)

Pelo menos 350 pessoas morreram na província de Badakhshan, no nordeste do Afeganistão, em um deslizamento de terra nesta sexta-feira (2) causado pelas fortes chuvas, anunciou a missão da Organização das Nações Unidas no país (Unama).

"De 350 a 400 casas foram destruídas no distrito de Argo, como resultado das fortes chuvas que provocaram deslizamentos de terra", disse Mohammad Baidaar, vice-governador da província montanhosa. O número de mortos poderá aumentar com o trabalho dos socorristas.

"Havia mais de 1.000 famílias morando no vilarejo. Um total de 2.100 pessoas --homens, mulheres e crianças-- está soterrado", disse à agência Reuters Naweed Forotan, porta-voz do governo de Badakhshan.

O deslizamento, que aconteceu após uma semana de chuva forte e num período de derretimento da neve, derrubou centenas de casas e danificou outras centenas, disse ele.

Moradores estavam tentando recuperar seus pertences após um deslizamento menor que atingiu o vilarejo. Ninguém ficou ferido no primeiro deslizamento, segundo autoridades, e o segundo aconteceu poucas horas depois.

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, determinou o início imediato dos esforços de emergência, informou o governo em comunicado.

A Força Internacional da Otan no Afeganistão (Isaf) está trabalhando com o Exército afegão nas buscas por sobreviventes, informou a ONU.

Badakhshan é uma província remota do nordeste do Afeganistão, na fronteira com Tadjiquistão, China e Paquistão. "A informação que recebemos é que 600 famílias vivem no vilarejo de Aab Bareek, em Argo", indicou o chefe da Agência de Gestão de Situações de Crise, Mohammad Daim Kakar.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade