LUCAS: POLíCIA SUSPENDE BUSCAS A LADRõES QUE MANTIVERAM 2 REFéNS EM MATA POR 9 HORAS
05.09.2014

As buscas foram suspensas por volta do meio-dia depois que policiais da Força Tática entrou na reserva florestal e uma equipe do grupamento aéreo fez nova ‘inspeção‘, com helicóptero, e não foram localizados os dois assaltantes que mantiveram, ontem, dois reféns por cerca de 9 horas. O local foi vasculhado e localizado a parte onde eles podem ter passado parte da noite. Os dois podem ter conseguido sair de madrugada ou ainda ontem à noite, pouco depois de terem libertado os reféns. A mata é próxima da cidade e há suspeita que eles possam ter recebido apoio de um terceiro comparsa. Um dos assaltantes teria mantido contato por celular no momento em que estava na mata.

As equipes de Cuiabá, Sinop, Sorriso e Nova Mutum que participaraão da operação estão retornando para suas bases. A polícia em Lucas continua as investigações para tentar prender a diupla, que pode ter levado malote com cerca de R$ 20 mil da distribuidora de bebidas. Os dois funcionários (que trabalham no escritório) podem ser ouvidos esta tarde para repassar mais dados sobre a ação dos criminosos. Eles foram atendidos ontem à noite, hidratados e passam bem. Durante a fuga, na mata, teriam sido obrigados a ficarem na água para não serem vistos, do alto, pelos policiais. Os dois funcionários foram liberados por volta das 18:30hs, em uma parte da mata, próximo a avenida Tenente Portela (acesso à prefeitura) e foram na direção de policiais que cercam o local. As vítimas deixaram o local sem conversar com jornalistas.

O assalto foi logo no início desta quinta-feira. A dupla chegou em uma moto, dominou os empregados e o alarme foi acionado. A polícia logo chegou. Para não serem presos, levaram em um Uno, da empresa, o proprietário e 3 funcionários. Na fuga, teriam disparado a arma dentro do carro, e um dos tiros quebrou o pára-brisa traseiro. A polícia não atirou porque havia reféns e fez a perseguição até que eles se aproximaram da mata, saíram do carro e deixaram o empresário e outra pessoas. Mas obrigaram os dois funcionários  a entrarem com eles. Além do reforço de policiais do Nortão e do Gripamento Aéreo, foram usados drones que sobrevoaram a floresta e mandavam imagens. Mas não foi confirmado se os assaltantes e vítimas foram vistos.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade