SMTU ESTUDA REABRIR RETORNO PARA REDUZIR CONGESTIONAMENTO
01.09.2014

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (SMTU) deve autorizar a reabertura do retorno antes existente no meio do canteiro central da Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), próximo ao Pantanal Shopping, para facilitar o tráfego na região.

Pela região, trafegam cerca de 2,5 mil veículos por hora/sentido no horário de pico, segundo o diretor de Trânsito da SMTU, Michel Diniz, e é necessário diluir o trânsito concentrado no local desde o fechamento do Viaduto da Sefaz, interditado após apresentar fissuras em sua estrutura.

 

"Para que esse retorno seja reaberto, será necessário fazer a adequação da via, com a diminuição do canteiro central e execução de um recuo à esquerda, a fim de que os carros que queiram voltar ao Centro não mais ‘segurem’ uma fila de carros atrás de si, na avenida"

A própria pasta ordenou o fechamento do retorno quando do bloqueio do elevado, alegando que o “cruzamento” criado entre a Avenida do CPA e a Avenida Juliano Costa Marques (lateral do Pantanal Shopping).

De acordo com a SMTU, a existência do retorno estaria trancando o fluxo da via principal, uma vez que os carros aceleravam quando o semáforo já estava fechando e ficavam “atravessados” no meio da pista.

“Mas, para que esse retorno seja reaberto, será necessário fazer a adequação da via, com a diminuição do canteiro central e execução de um recuo à esquerda, a fim de que os carros que queiram voltar ao Centro não mais ‘segurem’ uma fila de carros atrás de si, na avenida”, explicou.

De acordo com Diniz, o planejamento da obra de criação do retorno está sendo realizado pela SMTU e será entregue para a Secopa, para a execução da obra. Ao contrário do retorno anterior, o novo deverá contar com uma pista a mais, ajudando na distribuição dos veículos.

“Com o alargamento e o uso de gelos baianos conseguiremos canalizar o fluxo de veículos na região”, afirmou.

Interdição e congestionamento

Desde o fechamento do viaduto, no início deste mês, os motoristas voltaram a enfrentar longos congestionamentos, principalmente no início da manhã e no final da tarde, com a entrada e saída dos servidores do Centro Político e Administrativo (CPA).

O elevado em formato de ferradura apresentou fissuras após seis meses de uso e servia como alça de retorno para quem seguia para o Centro Político ou quisesse retornar para o Centro da cidade.

Segundo o Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande, responsável pela obra, o elevado deve permanecer fechado até o final do ano para reforço da estrutura.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade