CONSELHEIRO TRICOLOR, ADVOGADO DEIXA CASO DE JOVEM QUE OFENDEU ARANHA
01.09.2014

Quando a defesa de Patrícia Moreira sobre as injúrias raciais na Arena parecia encaminhada, uma reviravolta deixou dúvidas sobre o caso. De acordo com a família da jovem, o advogado Guilherme Abrão informou que não poderia defender a torcedora flagrada por câmeras de TV chamando o goleiro Aranha, do Santos, de "macaco" no jogo na última quinta-feira, pela Copa do Brasil. Segundo o advogado, a decisão foi tomada de comum acordo.

Guilherme Abrão é conselheiro do Grêmio desde 2013 e foi membro do Movimento Grêmio Independente (MGI), que na última segunda-feira lançou Homero Bellini Junior como candidato à presidência do clube no pleito que ocorrerá em 8 de outubro. Procurado pela reportagem do GloboEsporte.com, o grupo político afirmou que o advogado deixou o MGI há seis meses. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade