MECâNICO é CONDENADO A 13 ANOS POR TENTATIVA DE ASSALTO A LOJA
02.09.2014

A Justiça condenou a 13 anos de prisão o mecânico Edilson Pedroso da Silva, de 28 anos, pela tentativa de assalto na loja "Câmbio Rápido", na Avenida Getúlio Vargas, no centro de Cuiabá, no dia 24 de fevereiro deste ano. 

A condenação é por roubo e corrupção e sentença foi proferida no fim da tarde de segunda-feira (1º), pela Maria Rosi de Meira Borba, da 8ª Vara Criminal de Cuiabá.

Em sua decisão, a magistrada negou o pedido da defesa para que o mecânico respondesse ao processo em liberdade, levando em consideração que isso traria intranquilidade à comunidade.

O crime ocorreu por volta das 16h. Na oportunidade, a funcionária da empresa, Karina Fernandes Gomes, e o policial militar, Danilo César Fernandes Rodrigues morreram. 

Os tiros que atingiram as duas vítimas foram disparados pelo outro PM, que estava no interior da loja e teria tentado acertar o assaltante.

Como se trata de assassinato que não caracterizou latrocínio (roubo seguido de morte), o processo foi desmembrado e o policial militar que atirou vai responder pelo duplo homicídio. O PM responde em liberdade.

Conforme investigações realizadas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o mecânico Edílson da Silva chegou ao local em uma moto de cor preta, acompanhado de um cúmplice identificado apenas como Fernando. 

Ele teria ficado do lado de fora para dar cobertura ao assalto e fugiu após ouvir os disparos que culminaram com dois mortos.

No interior da empresa estavam os dois policias militares, que reagiram após a tentativa de roubo. 

Na fuga, mesmo ferido, o mecânico ainda roubou dois carros e uma ,até chegar a uma chácara na cidade de Acorizal (65 km ao Norte de Cuiabá), que seria de propriedade da família.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade