ANETE DIZ QUE VAI CORTAR INCENTIVOS A PRODUTORES DE SOJA
16.09.2014

  A candidata ao Governo do Estado Janete Riva (PSD) lançou sua candidatura na noite desta segunda-feira (15), em Cuiabá. 


No ato, que reuniu cerca de 5 mil pessoas, segundo os organizadores, ela disse que, caso eleita, implantará o Bolsa Família Estadual, com dinheiro que cortará dos incentivos fiscais dados aos produtores de soja - e afirmou que acredita na vitória.

“Com a força do povo, não há quem nos segure. Duas semanas é o que precisamos para vencer as eleições. Daqui pra frente é rua, rua e rua. Não temos outra receita, a nossa militância é aguerrida e é com essa força e energia é que vamos para as ruas ganhar essa eleição”, disse.

"Não há noite que impeça o sol de brilhar. É por Deus que estamos aqui hoje. Quero ser parceira dos prefeitos, continuar tendo garra e coragem"


A candidata afirmou que a “virada” é possível ainda no primeiro turno. “Vamos ganhar no primeiro turno, se Deus quiser”. 

“Não há noite que impeça o sol de brilhar. É por Deus que estamos aqui hoje. Quero ser parceira dos prefeitos, continuar tendo garra e coragem. Nosso plano de Governo será executado e iremos trabalhar, em especial, pelas mulheres, que são o espelho das nossas famílias”, disse.

Ela falou que pretende implantar o Bolsa Família com recursos que cortará dos incentivos fiscais aos produtores de soja.

“Eu vou fazer um governo voltado para população. Família é a base principal de uma sociedade e ela precisa estar bem amparada pelo governo do Estado. Infelizmente, nós temos mais de 70 mil famílias na linha de pobreza que não conseguem atingir renda suficiente para fazer nem cadastro único, por conta situação de miséria em que vivem. No nosso governo, nós vamos dar um complemento para as pessoas que já recebem o Bolsa Família e a cada um real que o governo federal pagar, nós colocaremos um real a mais no Bolsa Família Estadual”, disse.

“No mínimo, vamos garantir o leite, o pão, o arroz e o feijão para quem não tem nada o que comer em casa. Isso é uma obrigação nossa, um Estado tão pujante, que dá milhões e milhões de incentivos para os grandes e vive numa caixa preta que ninguém sabe quem recebe esses incentivos. No ano passado foram R$ 220 milhões somente para soja e o que a nossa população recebeu em troca? Nada. Nós vamos corrigir essas diferenças”, declarou.

A respeito de possíveis “ataques” dos adversários, Janete disse que "responderá à altura”. 

“Meu objetivo é fazer uma campanha propositiva, mas pode ter certeza que nenhum ataque ficará sem resposta”, afirmou.

Impugnação 

Apesar de ter substituído o marido, devido registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) e Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a candidata não falou sobre a impugnação de José Riva. 

Janete afirmou, no entanto, que o parlamentar atuará “na frente” da campanha, como seu coordenador. 

Ela disse que a campanha continuará “franciscana”, em referência às poucas doações recebidas, e que é possível reverter o quadro atual, que tem o senador Pedro Taques (PDT) à frente nas pesquisas, seguido por Lúdio Cabral (PT). 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade