SILVAL DIZ QUE FOI
18.09.2014

O governador Silval Barbosa (PMDB) minimizou, nesta quarta-feira (17), os problemas estruturais apresentados em obras da Copa do Mundo na Capital. De acordo com ele, a responsabilidade não pode ser atribuída diretamente à sua pessoa. 

Ele também disse que foi "ousado" ao decidir fazer dezenas de obras para a Copa do Pantanal. E que suas realizações serão reconhecidas pela história.

“Eu fiz viadutos, obras... Uma ou outra teve problemas. E, aí, a culpa o governador? Eu não sou engenheiro, eu me formei em Direito. Eu vou cobrar responsabilidade de quem pegou a obra, que tem contrato e compromisso de entregar com responsabilidade e garantia. Se teve erros, as empresas têm que arcar com erros e custos”, disse. 

 

"Eu fiz viadutos, obras... Uma ou outra teve problemas. E, aí, a culpa o governador? Eu não sou engenheiro, eu me formei em Direito."


“Agora, atribuir ao governador que ele fez obras? Eu contratei obras. A maioria é obra boa e que melhorou a nossa Capital, e vai melhorar muito ainda. Quero dizer, também, que contratei auditoria para todas elas. Aquela que tiver algum erro ou precisar de correção, que faça, mas com custos para empresas”, completou. 

Silval também admitiu, durante apresentação no Palácio Paiaguás do projeto do novo Pronto-Socorro da Capital, que as obras trouxeram desgastes para sua gestão, mas que já eram esperados. 

“Eu vejo as críticas, falando que o governador está com desgaste. Está em desgaste porque quis, porque não consegui fazer dentro do prazo certo. Mas em Cuiabá eu faço um desafio aí: a história vai dizer. Nunca um Governo fez tanto por Cuiabá, pela região metropolitana...O tempo que vai dizer”. 

O governador também citou projetos no interior do Estado, como o MT Integrado, que tem como meta pavimentar e ligar municípios. 

“Nunca se fez um programa tão arrojado como é o MT Integrado, como nosso programa de pontes. Só que não foi no meu tempo. Se fosse,o Estado era outro. Aqui hoje, por exemplo, estamos falando do Pronto Socorro, que era uma promessa que o Mauro Mendes começou a trabalhar em 2013. Se correr tudo bem, a obra começa em dezembro e vai levar uns dois anos pra finalizar. No caso da Arena Pantanal, foram dois anos e sete meses e são 109 mil metros quadrados. Nós estamos falando de um hospital de 21 mil metros”, analisou.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade