WELLINGTON DIZ QUE TRABALHO EM PROL DAS RODOVIAS é RECONHECIDO
19.09.2014

O deputado federalWellington Fagundes (PR-MT) recebeu do ministro Paulo Passos a notícia de que a concessionáriaRota do OesteS.A assumiu o trecho de 2,3 quilômetros que faltava para completar a duplicação entre a divisa de Mato Grosso do Sul até Sinop.

Ele havia visitado o Ministério dos Transportes para saber sobre o andamento das obras de duplicação da BR 163, em Rondonópolis.

Segundo Wellington, que é presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem (Frenlog), o trecho se situa próximo a um conhecido posto de Rondonópolis, chamado Trevão, que está exatamente no entroncamento da BR 364 com a BR 163.

_ “A concessionária havia assumido todo o trecho do Trevão até o terminal da Ferronorte, porém faltava ainda executar obras em 2,3 km rodoviários”, explica.

 A duplicação do percurso é fundamental porque, segundo a Polícia Rodoviária Federal, este é um dos trechos de maior número de acidentes frontais do Brasil.

_“Isso representa a perda de vidas. Nós não podemos brincar com a vida, e por isso tenho essa luta diária como deputado. Persisto e insisto por essas obras e hoje, felizmente, tenho a sensação de dever cumprido”, comemora Wellington.

Fagundes conta que já está sendo estudada a duplicação do trecho de Sinop até a divisa do Pará, e também de Rondonópolis ao estado de Goiás, na BR 364. Além disso, disse já ter retomado as obras da MT 040, através do programa MT Integrado, que passa por Rondonópolis, S. Lourenço de Fátima, Mimoso, e chega a Cuiabá. ”Dos 210 quilômetros de extensão já estão prontos 130. Essa estrada irá valorizar o Pantanal e o turismo desta região. É por isso que estamos lutando para que a Ferronorte saia de Rondonópolis, vá rumo a Cuiabá e margeie a MT 040 para que possamos colocar o trem de turismo, o trem de passageiros”.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade