MARINA ACUSA O PT DE USAR O PRé-SAL COMO 'CORTINA DE FUMAçA' PARA ABAFAR ESCâNDALO NA PETROBRAS READ MORE
11.09.2014

RIO — Terceira presidenciável sabatinada pelo GLOBO, Marina Silva (PSB) voltou a defender o fim da velha política e da reeleição e rebateu os ataques do PT quanto à suas posições sobre a exploração do pré-sal, reafirmando que vai explorar a camada, mesmo investindo em novas fontes energéticas. Para a candidata do PSB, as críticas do PT são usadas como "cortina de fumaça" para esconder os problemas na área do petróleo, decorrentes do escândalo de corrupção na Petrobras.

- Nós vamos explorar os recursos do pré-sal. Vamos usar o dinheiro que está destinado para a Saúde e Educação para a Saúde e a Educação, e não para a corrupção, como a sociedade tem medo. O que está ameaçando o pré-sal é a corrupção [na Petrobras]. Existe uma cortina de fumaça que foi lançada para desviar o debate. Uma safra que só dá uma vez precisa ser muito bem utilizada, e não drenada - argumentou Marina, durante a entrevista no Museu de Arte do Rio (MAR).

Depois de falar que "sonhava" que um partido como o PT, "que fez a distribuição de renda, pudesse se referenciar", Marina criticou o esquema de desvio de dinheiro montado na Petrobras, descoberto pela operação Lava-Jato, da Polícia Federal.

- Não consigo acreditar num partido que coloca por 12 anos um diretor para assaltar os cofres da Petrobras.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade