MãE DE GAROTO MORTO NOS EUA HAVIA ALERTADO FILHO SOBRE CALOR POR CELULAR
23.09.2014

A mãe de Emanuel Biana, garoto morto por mal súbito após subir uma montanha nos Estados Unidos com quadro de desidratação, havia alertado o filho sobre o calor e os perigos do local. Segundo o pai de Emanuel, Davi Biana, a mulher dele havia dito ao filho para se proteger do calor do estado do Arizona, por meio de mensagem no celular.

“Quando ele estava em 80% do caminho na subida, ele passou um WhatsApp dizendo ‘mamãe, acho que não vou aguentar, estou muito cansando’; e ela disse ‘tenha cuidado, meu filho, se não conseguir, volte’. Mas ele conseguiu, mandou uma outra fotografia com a garra em punho como se estive dizendo ‘venci’”, relata o pai da vítima.

Na troca de mensagens com a mãe, Emanuel chegou a dizer talvez não fosse aguentar subir a montanha Camelback, que recebe milhares de turistas por dia. "Está muito quente?", perguntou a mãe; "sim", responde Emanuel, na sequência da conversa.

Emanuel Biana é alagoano e foi aprovado em Engenharia Elétrica na Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza, onde morava com a família antes de viajar aos Estados Unidos. Ele havia sido aprovado para estudar no exterior por meio do programa Ciência sem Fronteiras, do Governo Federal.

Na sexta-feira (19), ele subiu uma montanha na cidade de Phoenix, com um grupo de amigos, e teve um mal súbito no momento da descida. Ele foi socorrido de ambulância e helicóptero, mas faleceu devido à desidratação, segundo informações de médicos americanos à família da vítima.

“Meu filho não foi irresponsável, meu filho era muito pé no chão. Ele acreditou, subiu e infelizmente morreu. Peço aos pais que alertem seus filhos antes de viajarem para locais com rios, montanhas, esportes e aventuras, que eles tenham cuidado”, diz o pai, Davi Biana.

A irmão da vítima foi aos Estados Unidos resolver questões relativas ao traslado do corpo de Emanuel Biana. A expectativa é de o corpo chegue ao Ceará na quarta-feira (24).

O Ministério das Relações Exteriores confirmou que um brasileiro morreu no Arizona. "Segundo o Itamaraty, o consulado brasileiro em Los Angeles está em contato com a família do brasileiro e também com as autoridades locais", diz o órgão.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade