APROSOJA-MT E POLíCIA CIVIL FIRMAM PARCERIA PARA COMBATER FURTOS EM FAZENDAS
21.10.2014

Os constantes furtos nas propriedades rurais, em especial de defensivos agrícolas e até mesmo maquinários, tem causado preocupação entre os produtores mato-grossenses. Somente os defensivos agrícolas correspondem a 43,9% do gasto com insumos. O assunto será um dos pontos a serem debatidos com os produtores durante o Circuito Tecnológico Etapa Soja, a ser realizado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), entre 20 e 31 de outubro.

Durante as visitas às propriedades será divulga aos produtores a parceria firmada entre a entidade e a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil de Mato Grosso.

Leia também
Furtos de defensivos em fazendas preocupa produtores; Em 2014 a Polícia Civil efetuou 6 registros
Normalização de chuva pode impulsionar plantio da soja; Pode chover durante a semana

Hoje, os defensivos agrícolas correspondem a cerca de 27% dos gastos total da produção para um hectare. Analisando apenas o desembolso em insumos equivale a 43,9%. De acordo com levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em setembro o custo de produção da soja, por exemplo, para esta safra 2014/2015 estava em R$ 2.422,49 (soja convencional) por hectare. Deste montante R$ 1.492,78 por hectare são apenas despesas com insumos (semente, fertilizantes e defensivos). Somente o desembolso com defensivos é de R$ 656,69 por hectare.

Conforme o gerente de Planejamento da Aprosoja-MT, Cid Sanches, a partir de reuniões realizadas surgiu a primeira ação de divulgar os números de contatos do GCCO para os produtores mato-grossenses tanto no site da Aprosoja-MT quanto no Circuito Tecnológico.

“É fundamental que no caso de furto os produtores registrem Boletins de Ocorrência e que estes sejam apresentados à GCCO para que seja possível levantar o perfil dos crimes. O trabalho de inteligência da polícia depende dessa informação”, pontua Cid Sanches.

Os produtores rurais podem entrar em contato com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) pelos telefones: 197 (gratuito) e (65) 3624-5885 ou até mesmo pelo e-mail gcco@pjc.mt.gov.br para denunciar roubos e furtos em propriedades rurais. As denúncias podem ser anônimas, também.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade