HOMEM FINGE ESTAR EM COMA POR MAIS DE DOIS ANOS
22.10.2014

Um homem que enganou a Previdência britânica e um vizinho fingiu estar em coma por mais de dois anos

Alan Knight, de 47 anos, alegou ter sofrido um acidente na garagem da sua residência, em Swansea, que o havia deixado "tetraplégico". O problema, ocasionalmente, fazia com que ele "entrasse em coma". A esposa de Alan participou da farsa e chegava a conduzir o marido em cadeira de rodas toda vez que ele precisava ir a um tribunal ou a hospital. O "estado vegetativo" também fez o britânico fugir de dívida de cerca de R$ 156 mil com um vizinho. Na verdade, o aposentado Ivor Richards se tornou o maior alvo do golpista e chegou a emprestar ao longo desse período cerca de R$ 162 mil para a "recuperação" do amigo. Com a "doença", a dívida nunca era quitada.

Mas a mentira desmoronou quando câmeras de segurança flagraram o "tetraplégico" dirigindo um carro e fazendo compras em supermercados, do quais tinha até cartão de fidelidade.

Ouvidos pela polícia, os seus médicos disseram que estavam começando a desconfiar do quadro alegado pelo paciente, após ser visto comendo e escrevendo

De acordo com o "Daily Mail", o golpista, que tem três filhos, usou o dinheiro obtido com vizinho aposentado para custear viagens e comprar um carro novo.

(CLIQUE AQUI PARA SEGUIR O BLOG NO TWITTER)

O britânico conseguiu escapar de julgamento em duas oportunidades - setembro de 2012 e julho de 2013 - sob alegação que o seu quadro de saúde havia se deteriorado. 

Mas, agora, com as provas, Alan foi condenado por fraude. A sua sentença sairá em novembro.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade