SEM LICITAçãO, NO FIM DE GOVERNO E EM PROCESSO DE TRANSIçãO, DETRAN DEMITE PMS E FECHA CONTRATO DE 3,5 MILHõES COM EMPRESA DE AMIGO, SEGUNDO DENúNCIA
23.10.2014

O Departamento de Trânsito de Mato Grosso (Detran/MT) acaba de contratar porR$ 3,5 milhões, no apagar das luzes do governo e em pleno processo de transição, a empresa MJB, que pode ser de propriedade de um coronel-PM, para  que a empresa faça a guarda do patrimônio e de bens do órgão. O contrato foi celebrado sem qualquer licitação e há suspeita de que o atual presidente do Detran, Eugênio Destri, seja amigo do coronel.

O serviço de segurança do Detran vinha sendo feito por policiais militares da reserva, por meio de um termo de cooperação de serviço de policiais militares, mas o presidente do Detran, Eugênio, não vinha gostando do serviço. Dispensou a guarda da PM e contratou a empresa.

 “Esses policiais aposentados, curiosamente, ganhavam em torno de R$ 1.479. Com esse contrato, a média salarial vai ser deR$ 4.836 a 11 mil reais”, denunciou o deputado reeleito, Zeca Vianna (PDT), que considerou muito suspeita a operação em fim de governo e sem os trâmites legais exigidos. “Até a primeira quinzena de outubro 56 policiais aposentados faziam a guarda, mas foram dispensados pelo presidente do órgão”, afirmou Vianna na tribuna da Assembleia Legislativa.

_“É muito curioso no final de mandato, haver uma dispensa dessa natureza a esses policiais que estavam fazendo um excelente trabalho para o Estado”, questiona. O deputado requereu cópia do contrato social da MJB Segurança e saber de quem que o dono da mesma. “Pelo que me falaram é de um coronel da polícia”, disse o deputado.

Zeca Viana afirma que não importa “de quem quer que seja, se de coronel ou não”, se tiver irregularidade tem que responder pelos atos. O deputado quer o Ministério Público olhando com carinho para esse fato.

TEM MAIS ...

Na semana passada, o deputado Zeca Viana solicitou informação sobre finalidade de uso de R$ 14 milhões repassados pelo governo Silval Barbosa (PMDB) como recurso suplementar para o Detran.

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade