QUADRILHA DAVA GOLPE EM LOJAS USANDO FALSA LICITAçãO DA AL
10.10.2014

Policiais civis desarticularam um golpe que tinha como alvos grandes empresas do ramo de eletrodomésticos, em Várzea Grande.

O montante do esquema, até agora, é calculado entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão, com a venda de produtos sem provisão de pagamento. 

O denominado “golpe da arara” – quando a compra é feita com cheques com insuficiência de fundos – levou policiais da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Várzea Grande a prender quatro pessoas suspeitas de integrar a quadrilha. 

Todos os suspeitos estavam com prisão preventiva decretada pela Justiça.

As investigações apontam que foram comprados 500 fogões, 300 máquinas de lavar e 200 aparelhos de ar-condicionado. 

Para conseguir adquirir uma grande quantidade desses produtos, a alegação era que de a empresa havia ganhado uma licitação da Assembleia Legislativa e não tinham estoque suficiente para atender à demanda.

Os produtos estavam guardados em galpões e seriam revendidos, segundo os policiais. 

Na checagem, os policiais descobriram que o CNPJ da empresa era provisório, com prazo de validade de 90 dias.

Com mandado de busca e apreensão, os policiais recolheram as mercadorias do galpão e as levaram para o pátio da Delegacia de Roubos e Furtos.

Para os policiais, não fazia sentido a compra de fogões e máquinas de lavar roupa para a Assembleia Legislativa, considerando que são eletrodomésticos incompatíveis com os gabinetes dos deputados.

O golpe foi descoberto a partir de uma queixa de um suposto furto de 86 aparelhos de TV de 32 polegadas, de uma empresa localizada no bairro Jardim dos Estados, em Várzea Grande.

Na ocasião, os bandidos arrombaram a parede dos fundos da loja e conseguiram levar metade do estoque de 172 aparelhos.

Na ocasião, os golpista alegaram que TVs seriam entregues à Assembleia Legislativa de Mato Grosso, da qual teriam vencido uma licitação. 

O arrombamento teria ocorrido na madrugada desta quinta-feira e foi descoberto no início da manhã, quando os funcionários chegaram para trabalhar.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade