PRESO: VEREADOR MATA NO TRâNSITO E, PARA ESCONDER CRIME, DIZ QUE ATROPELOU CACHORRO
04.12.2014

O vereador João Pinto Cuenca, o ‘Joãozinho’, foi preso na manhã desta quinta-feira (4) em cumprimento a um mandado de prisão em Douradina, a 194 quilômetros de Campo Grande. O vereador é suspeito de matar atropelado propositalmente Edimilson Senturião Vieira, de 36 anos, no dia 10 de junho.

Edmilson, que era morador de Cruzaltina, chegou a ser socorrido e encaminhado ao hospital de Dourados, mas não resistiu. O vereador alegou à polícia na época que havia atropelado um cachorro, mesmo depois de terem sido encontradas marcas de sangue em seu veículo.

As investigações também comprovaram que Joãozinho havia trocado peças do carro na tentativa de ‘maquiá-lo‘. O proprietário de um lava-jato foi ouvido pela polícia e confirmou que lavou o veículo, bem como o mecânico que disse ter feito reparos.

Segundo o laudo da perícia técnica o vereador bateu na motocicleta da vítima e em seguida o atropelou quando estava caído. Foi apurado que Joãozinho já havia ameaçado a vítima.

Após as provas serem anexadas ao inquérito policial a prisão preventiva do vereador foi decretada e ele foi transferido para a Delegacia de Itaporã.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade