TIA LAMENTA A MORTE DOS TRêS IRMãOS AFOGADOS EM PISCINA EM PETRóPOLIS
21.01.2015

"Não sei o que deu na cabeça deles de descer aqui para a casa", diz Valéria Neves, tia das três crianças que morreram afogadas na noite desta terça-feira (20), em Petrópolis, Região Serrana do Rio. Muito abalada, ela busca respostas para a atitude dos irmãos que invadiram a piscina de um casal de idosos, no bairro Castelânea."Eles brincavam lá em cima, porque o terreno é grande. Até agora não entendi por que eles desceram e pularam, ou caíram, na piscina", continua questionando Valéria.

De acordo com o delegado titular da 105ª Delegacia de Polícia, Alexandre Ziehe, os irmãos Miguel Henrique da Silva Alexandre, de 4 anos, Raíssa Henrique da Silva Alexandre, de 5 anos, e Matheus Henrique da Silva Alexandre, de 11 anos, teriam caminhado por uma trilha durante 15 minutos, da vila onde moravam até o casarão, que fica no começo da Rua Professor Cardoso Fontes.

Segundo os bombeiros que estiveram no local, os proprietários da residência, um casal de idosos, estavam presentes no momento do incidente, mas não teriam ouvido barulho algum, nem notado a invasão.

Um inquérito está sendo aberto, mas o delegado Ziehe aponta que, em um primeiro momento, trata-se de uma fatalidade. De acordo com o Instituto Médico Legal (IML) de Petrópolis, os corpos ainda não foram liberados, por isso ainda não há previsão para o sepultamento.Entenda o caso

Na noite desta terça-feira (20) três irmãos morreram afogados após invadir um casarão, em um bairro nobre de Petrópolis, para tomar banho de piscina. Um quarto irmão, de 12 anos, estava com eles. Ao perceber o afogamento, correu para buscar ajuda da irmã mais velha.

No momento do incidente, os pais das crianças estavam trabalhando. De acordo com os bombeiros que estiveram no local, os donos da casa se encontravam na residência, mas não perceberam a invasão, pois já estavam recolhidos.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 19h30, mas, ao chegar ao local, os corpos já haviam sido retirados da água pelo próprio pai das crianças. Os irmãos foram removidos para o IML para perícia e a ocorrência foi registrada na 105ª Delegacia de Polícia.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade