DCM: R$ 88 BILHõES é UM “NúMERO MALCOMPREENDIDO”
29.01.2015

Depois de um dia inteiro de publicações em torno da cifra de R$ 88 bilhões como sendo o valor desviado por corrupção na Petrobras, o jornalista Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo, explica de onde saiu o valor – e o que ele significa.

O número foi divulgado primeiramente pela Folha, que disse que a Petrobras "ignorou" o cálculo que mostrava a quantia desviada da empresa. Depois "corrigiu o erro, mas era tarde demais", como diz Nogueira.

Eis a explicação do colunista:

Os 88 bilhões são um cálculo aproximado de ativos supervalorizados. Imagine que, em vez da Petrobras, se tratasse da Abril. Suponha que a Veja, o principal ativo da casa, tivesse sido avaliada num balanço em 1 bilhão de reais. Depois, se verificaria que o valor estava inflado em 50%, digamos. No ano seguinte, o balanço corrigiria o excesso, e a Veja surgiria com o valor de 500 milhões de reais. É mais ou menos isso. Dentro dos 88 bilhões, existe uma parcela associada aos desvios. Mas ninguém sabe quanto é.

Segundo o jornalista, "raras vezes tantas tolices foram publicadas e compartilhadas em cima de um número malcompreendido". Nas redes sociais, houve um verdadeiro "festival de asneiras". "Em sua conta no Twitter, o PSDB postou um quadro que dizia que ‘o prejuízo da Petrobras com corrupção pode chegar a 88 bilhões de reais‘. Neste caso, não é apenas erro. É má fé. É manipulação. É cinismo", escreve ele.

Leia aqui a íntegra do texto.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade