DEPUTADO AFIRMA QUE AL é USADA DE FORMA "ABSURDA" COMO CABIDE DE EMPREGO E APONTA SALáRIOS DE R$ 71 MIL
06.02.2015

“Demasiadamente. Absurdamente e inacreditavelmente”. Esses foram os adjetivos escolhidos pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB) para descrever o quanto a Assembleia Legislativa tem sido usada como cabide de emprego para apadrinhados de políticos. De acordo com o parlamentar, existem servidores que moram nos Estados Unidos e continuam recebendo salário, além de outros com salários astronômicos.

Leia mais:
Wilson nega assumir liderança do governo na AL, mas vai comandar bloquinho tucano-democrata

De acordo com ele, em 2013 a Assembleia gastou R$ 221 milhões com folha salarial, sendo que R$ 95 milhões foram destinado a pagar serviços terceirizados. “Tem servidor na ativa que ganhar R$ 71 mil, R$ 53 mil, R$ 23 mil. Tem servidor que mora nos Estados Unidos e ainda recebe dinheiro”, afirmou o parlamentar, que será membro da comissão da reforma administrativa da Casa de Leis, na tarde desta sexta-feira (06/02).

Wilson também cita o fato de a Assembleia Legislativa ter quase dois mil servidores. “E são muitos comissionados. Muito além do que é aceitável. Na década de 1960, quando Mato Grosso tinha 30 deputados, a Assembleia tinha apenas cem funcionários. Agora são dois mil e ainda tem serviço terceirizado”, pontuou.

De acordo com o deputado, a comissão que estudará a reforma administrativa da Assembleia Legislativa será ou de três, ou de cinco deputados. Por enquanto, Eduardo Botelho (PSB) está confirmado como presidente e Emanuel Pinheiro (PR) se ofereceu para participar dos trabalhos. “Isso é a Mesa Diretora que decidirá”.

O grupo deverá apresentar os resultados entre 30 a 60 dias. Contudo, Wilson garante que a nova gestão da Assembleia já possui medidas positivas preparadas para as próximas semanas. “Estou animado com essa Mesa Diretora. Teremos boas notícias nas próximas semanas. Mais cortes, enxugamento do quadro”, concluiu.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade