LADRãO PRESO APóS SEQUESTRO DE FAMíLIA DIZ QUE NãO PODERIA TRABALHAR PORQUE ESTAVA OPERADO
30.01.2015
Ladrão preso após sequestro de família diz que não poderia trabalhar porque estava operado
*Atualizada às 21h40  - A Polícia Militar prendeu há poucos instantes os três ladrões que abordaram uma família no momento em que deixavam a casa da sogra, no bairro Consil, área de  classe média da capital na noite desta quinta-feira, 29. Os ladrões, que declararam o interesse no roubo a materiais eletrônicos, acabaram rendendo as demais pessoas que estavam no interior da residência, mas terminaram presos após cerca de noventa minutos de negociações.

Ao deixar o local da tentativa de assalto um dos ladrões chegou a declarar que estava ‘operado‘ e não poderia trabalhar. Nesse momento eles são encaminhados para Central de Flagrantes e serão autuados pelo crime de roubo. A identidade dos criminosos ainda não foi divulgada, mas há  informações de que dois ladrões são menores de idade e um deles teria menos de 15 anos. Eles estavam com uma espingarda calibre 12, com o cano serrado.


Três   mulheres, sendo uma adolescente,  são mantidas como reféns em um assalto registrado na noite desta quinta-feira, 29, no bairro Consil, em Cuiabá. A casa foi invadida por três assaltantes por volta das 20h onde estavam sete pessoas inicialmente. 

As informações preliminares são as de que três criminosos chegaram ao local e  renderam as  vítimas no momento em que elas se preparavam para deixar a residência. Percebendo a ação, moradores acionaram a Polícia Militar que cercou a residência. Durante as negociações, os bandidos passaram a liberar os moradores mantendo apenas três pessoas em cárcere.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) está no local. A rua foi interditada para que os policiais militares possam negociar com os criminosos.
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade