QUEDA NO PREçO DO LEITE E PASSAGEM AéREA CONTRIBUIU PARA BAIXA NA INFLAçãO
20.02.2015

Queda no preço do leite e passagem aérea contribuiu para baixa na inflação; confira

 O Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) calculou que a inflação caiu na segunda semana de fevereiro de 2015. Esta é a segunda queda seguida na taxa de variação, que desceu de 1,63% para 1,27%. Tudo isso por conta da queda nos preços das passagens aéreas(21,62%) e do leite longa vida (3,26%), que estão mais baratos.

Leia mais:
Carne sobe 25% em janeiro em Mato Grosso e gasolina volta aos R$ 3,19

Os preços do show musical (-2,44%), perfume (-1,28%) e blusa feminina (-1,36%) também recuaram e contribuíram para a desaceleração da inflação. Porém, enquanto as passagens aéreas diminuíram, as de ônibus urbano aumentaram em 5,9%. Também houve acréscimo na conta de luz (4,85%), refeições em bares e restaurantes (1,32%), gasolina (2,87%) e automóvel novo (1,93%).

Os grupos que tiveram redução na taxa de variação foram: educação, leitura e recreação (de 3,51% para 1,46%); alimentação (de 1,44% para 1,10%), habitação (de 1,69% para 1,38%), transportes (de 2,82% para 2,56%), despesas diversas (de 1,92% para 1,58%) e comunicação (de 0,43% para 0,36%). Porém, houve aumento nas taxas de vestuário (de -0,31% para 0,00%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,30% para 0,33%).

Vale ressaltar que a carne bovina subiu no primeiro mês de 2015 25,70% em relação a janeiro do ano passado. Além disso, no dia 31 de janeiro os postos reajustaram a gasolina para até R$ 3,19 o litro, um dia antes de entrar em vigor a elevação de R$ 0,22 do PIS/Cofins anunciada pelo governo federal.

IPC

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) mede a variação de preços de um conjunto fixo de bens e serviços componentes de despesas habituais de famílias com nível de renda situado entre 1 e 33 salários mínimos mensais. As oito classes de despesa analisadas são: Alimentação, Habitação, Vestuário, Saúde e Cuidados Pessoais, Educação, Leitura e Recreação, Transportes, Despesas Diversas e Comunicação.

A pesquisa de preços se desenvolve diariamente, cobrindo sete das principais capitais do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília. Porém, as variações refletem para os consumidores em todo o país, como por exemplo, no preço da passagem aérea.
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade