MENINA é ATACADA POR CãO BULL TERRIER E LEVA 240 PONTOS NO ROSTO
16.02.2015

Segundo a mãe, a menina foi arrastada pela casa como se fosse uma boneca de pano

Menina vai ter que passar por nova cirurgia de recuperação

Uma menina de um ano e meio quase morreu após ser atacada por um cão bull terrier na sua própria casa. O animal pertencia a um amigo da família, que fazia visita. Segundo a mãe de Mayzee Jo Gaspa, a filha foi arrastada pela casa “como uma boneca de pano”. Cinco meses depois, ela se recupera bem e aguarda nova cirurgia. As informações são do The Mirror. 

Mayzee foi mordida no rosto enquanto brincava na cozinha, ao lado da mãe, Maria Dew, 34 anos. “Eu batia na boca do cachorro, tentando fazê-lo soltar minha filha, mas ele a arrastava e tudo o que eu via era sangue por todos os lados. Achei que ela fosse morrer”, conta.

A britânica ainda se lembra dos momentos tensos vividos que, “provavelmente foram alguns minutos”, mas que “pareceram uma eternidade”. Os vizinhos da família se dirigiram até o apartamento, que fica em Staffordshire, por causa dos gritos de Maria e logo chamaram uma ambulância, que encaminhou a criança para o hospital.

Ela teve de levar 240 pontos no rosto, além de passar por uma cirurgia para recuperar o nariz. Ela vai precisar passar por outra operação, em breve, mas passa bem. Mayzee também perdeu quatro dentes durante o incidente.

Cinco meses depois do incidente, a mãe divulgou as fotos para ajudar outras famílias. “Temos de ficar de olho sempre. Há cães bons e donos bons, mas, em um segundo, coisas assim acontecem”, disse.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade