ADOLESCENTE ENVOLVIDO EM EXECUçãO NO GUANANDI PARTICIPOU DE OUTRO CRIME
24.02.2015

No dia em que foi apreendido, jovem confessou ter participado de outro crime.

O adolescente de 17 anos que foi apreendido pela morte de Ambrósio Marques Neto, de 29 anos, também responderá por outra tentativa de homicídio, ocorrida na mesma região. O crime aconteceu no Bairro Guanandi, região sul de Campo Grande, na tarde da última sexta-feira (20).

De acordo com a Polícia Civil, no dia em que foi apreendido, o jovem, que é conhecido como “Paraguai”, confessou ter participado de outro crime. Na ocasião, ele e um amigo teriam esfaqueado um rapaz, que por pouco não morreu. 

Tanto “Paraguai”, quanto Adriel de Moraes Santana, de 18 anos, que foi preso por ajudar na fuga do adolescente e por esconder a arma usada no crime, possuem passagem pela polícia. O adolescente também contou que já conhecia a vítima, o “Bulhu”, e que uma discussão teria motivado o homicídio.

Prisão

A prisão aconteceu no mesmo dia do crime, em uma ação conjunta entre policiais da 5ª Delegacia de Polícia, do SIG (Serviço de Investigações Gerais) e da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Os autores foram localizados na casa de um amigo no Jardim das Mansões. Na casa estava o adolescente, conhecido como “Paraguai”, a namorada de 19 anos, Adriel e o dono da casa, também de 19 anos.

O adolescente já foi encaminhado para a Unei (Unidade Educacional de Internação) e responderá por duas tentativas de homicídio e um homicídio doloso.

Crime

Marques e o amigo, identificado como Marcel Rodrigo de Tavares Simões, de 33 anos, estavam em uma Kombi, placas HSE-5506, de Campo Grande, quando o “Paraguai” disparou quatro vezes contra eles.

“Bulhu” foi atingido por três tiros, um na cabeça, e dois nos braços. Já Simões foi ferido por dois tiros de raspão e permanece internado. 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade