TURISTAS SERÃO ALOJADOS EM ESCOLAS, MOTÉIS E UNIVERSIDADES EM CUIABÁ, DIZ MINISTRO
08.05.2014
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Turistas se alojarão em escolas, universidades, acampamentos e motéis na Copa do Mundo, em Cuiabá. Ao menos, 5 mil turistas serão alocados nas instituições de ensino do estado.

Este incremento foi necessário para tentar suprir o déficit de leitos durante o mundial em Mato Grosso. Com estes alojamentos alternativos a Capital vai disponibilizar aproximadamente 30,8 mil leitos para o evento.

Com cerca de 40 mil turistas estrangeiros já confirmados para Cuiabá, através da venda de ingressos, sendo 17 mil chilenos e mais de 12 mil colombianos. Os governos precisaram tomar uma medida paliativa.

Segundo o ministro do Turismo Vinicius Lages, a hospedagem alternativa funcionará bem em Cuiabá por conta do perfil dos turistas que virão para o estado. “A torcida chilena é mais popular e sempre busca este tipo de hospedagem, por conta do preço. Calcula-se que 800 deles viajarão de ônibus e depois planejam acompanhar as partidas em outros estados.” De acordo o Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Cuiabá (SHRBS), a Grande Cuiabá têm 15 mil leitos disponíveis, menos da metade do necessário para a realização do evento. Se forem considerados os municípios com menos de 200 km de distância para a Capital, o número sobe em mais 8 mil leitos.

Através do Programa Aluguel por Temporada e do Cama e Café serão disponibilizados mais 4,5 mil vagas. Ainda assim, a quantidade era considerada insuficiente. Então o governo criou mais quatro alternativas: oferta plataforma web, que terá 3 mil vagas; área para acampamentos (campings em locais privados) 2,3 mil vagas; incremento de motéis, mil vagas; e acomodações em escolas e universidades, com mais 5 mil acomodações.

Assim, Cuiabá e Várzea Grande terão 30,8 mil leitos. E a Baixada Cuiabana 38,8 mil.

REDE HOTELEIRA

Segundo o presidente do SHRBS, Luiz Carlos Oliveira Nigro, pelo site oficial da Fifa, ainda se encontram algumas vagas disponíveis na rede hoteleira para o primeiro e o quarto jogo (Chile e Austrália no dia 13 de junho e Japão e Colômbia no dia 24), na Capital. Para as outras duas partidas, Rússia e Coreia, no dia 17 e Nigéria e Bósnia no dia 21, a procura é menor.

O prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), acredita que os números possam ser ainda maiores, já que as inscrições para os programas ainda estão abertas.

VOO INTERNACIONAL

Os governos federal e estadual também anunciaram nesta quarta-feira (7), que um voo internacional deve começar a operar em Cuiabá nas próximas semanas. O trecho de Santa Cruz de La Sierra (Bolívia) para a Capital será operado pela companhia aérea boliviana Amaszonas.

 

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade