MARIDO SURRA MULHER POR MUDAR SENHA DO FACEBOOK EM CUIABá
03.03.2015

 

 

 

facebook-stalking-_2488435b.jpg

 

Marido é acusado de atacar companheira a cintadas depois que ela disse que iria mudar a senha de acesso a uma rede social, pois queria privacidade. Pedro Guilherme Poletto de Oliveira, 27, nega as acusações.

Disse que agrediu a mulher porque ela queria bater no filho do casal, de apenas dois anos. Pegou a cinta que ela queria usar no filho e a agrediu, provocando lesões nas duas pernas.

A confusão envolvendo violência doméstica ocorreu no bairro Ribeirão do Lipa, no domingo (1º), depois que A.F.M., 23, disse ao marido que iria trocar a senha, pois ele sabia e ela queria privacidade. Segundo ela, o marido se irritou e disse que queria a separação, já que a rede social era mais importante que o relacionamento deles.

Ele, que estava na casa da sogra, foi para residência do casal. Quando ela chegou, disse que realmente pegou o cinto para ameaçar o filho, para ele ir tomar banho, mas garante que não iria agredir a criança.

Furioso, Pedro teria tomado o cinto das mãos dela e desferido vários golpes. Ele disse que só fez isto para defender o filho, pois a companheira sempre agride a criança a cintadas.

Disse que não quer mais viver com ela. Outro que foi preso por violência doméstica é o ex-presidiário Leandro Lira Lacerda, 19, que atingiu a testa da companheira com uma cabeçada violenta, provocando hematomas. A vítima, que está grávida de seis meses, ainda segurava nos braços a filha do casal, de pouco mais de um ano.

Leandro, que já foi preso por roubo, disse que não quer mais viver com a vítima e quer que ela deixe a casa com a filha. Ambos foram encaminhados ao Centro de Ressocialização.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade