DEPUTADO PROPõEM PLEBISCITO, MAS NãO FALA SOBRE BILHãO Já PAGO
04.03.2015

Emanuel conseguiu nove assinaturas para o requerimento que apresentou

O secretário de Projetos Estratégicos, Gustavo Oliveira, afirmou esta semana que pretende recomeçar as obras do VLT este mês

Diante da aparente indecisão por parte do Governo do Estado na implantação do VLT ou do BRT, o deputado estadual Emanuel Pinheiro (PR) propôs na Assembleia Legislativa que a população de Cuiabá e Várzea Grande façam um plebiscito para escolher, por meio de votação, qual modal será construído.

O secretário de Projetos Estratégicos, Gustavo Oliveira, afirmou esta semana que pretende recomeçar as obras do VLT este mês, desde que esteja com o cronograma completo de finalização e o projeto executivo em mãos, o que mesmo após 4 anos não está finalizado.

“Nunca é tarde para chamar a atenção popular. O momento é esse. Vi entrevistas do secretário Gustavo de que o Governo não sabe ainda se vai fazer o VLT ou o BRT, e não podemos deixar ‘nas costas’ do Estado essa decisão. Vamos debater as vantagens e desvantagens de cada modal e explica o cálculo tarifário de cada um, porque a população está à margem dessa situação”, avaliou o deputado.

Emanuel conseguiu nove assinaturas para o requerimento que apresentou na sessão desta terça-feira (3), dos deputados Mauro Savi (PR), Romoaldo Júnior (PMDB), Zeca Viana (PDT), José Domingos (PSD), Peri Taborelli e Wancley Carvalho, ambos do PV, Leonardo Albuquerque (PDT) e Dilmar Dal’Bosco (DEM).

Caso seja aprovado em plenário, o plesbicito deve ocorrer 90 dias após sua criação, com campanha midiática de 30 a 45 dias em horário nobre, fora as inserções durante os horários de comercial. A proposta é debater amplamente os prós e contra de cada um dos modais. 

O problema é que mais de R$ 1 bilhão e 477 milhões já foram repassados à obra do VLT. No entanto, o Consórcio reivindica mais R$ 800 milhões para finalizar o empreendimento. As obras do metrô de superfície estão paradas desde dezembro, no final do governo passado, de Silval Barbosa (PMDB).

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade