BLAIRO MAGGI PODE SE AFASTAR DO PR PARA EVITAR ASSÉDIO
08.05.2014

Blairo Maggi estaria cansado da pressão para que seja candidato

O senador Blairo Maggi estaria cogitando a possibilidade de se desfiliar do PR para acabar com a pressão para que seja candidato a governador nas eleições deste ano.

A hipótese foi revelada pelo deputado estadual Zeca Viana (PDT) e confirmada pelo suplente de Maggi, o senador em exercício Cidinho dos Santos (PR).

“A pressão sobre Blairo Maggi vai fazer com que ele chegue ao extremo de se desfiliar do PR. E ele tem toda a razão nisso. Até chantagem alguns aliados estão fazendo com ele, para obrigá-lo a ser candidato. Ele é um grande líder e não merece passar por isso”, disse Zeca Viana ao MidiaNews, nesta quinta-feira (8)

O deputado apoia a candidatura do senador Pedro Taques (PDT) ao Governo do Estado, e disse que gostaria de ter o apoio de Maggi nesse projeto eleitoral.

“Porém, não há nada decidido sobre de que lado ele estará, e não sei se ele apoiaria o Taques”, observou o pedetista.

Prazo de filiação

De acordo com Cidinho, apesar da situação, Maggi não pensa em trocar de partido.

Ele apenas se desfiliaria "por alguns dias", para perder o prazo necessário de um ano de filiação, exigido pela legislação eleitoral para os que serão candidatos.

"Blairo está cansado da pressão que vem de todos os lados para que ele seja candidato, e disse que poderia se desfiliar temporariamente para pôr fim a essa situação. Porém, ele falou isso em tom de desabafo"


“Blairo está cansado da pressão que vem de todos os lados para que ele seja candidato - inclusive, da sociedade. E disse que poderia se desfiliar temporariamente para pôr fim a essa situação. Porém, ele falou isso em tom de desabafo. Já faz algum tempo, e eu não sei o que ele está pensando nesta emana, se ainda cogita isso”, disse Cidinho ao MidiaNews.

Após conceder uma entrevista coletiva reafirmando que não seria candidato, há uma semana, Maggi viajou com a família para o exterior, para se manter afastado do processo de escolha do candidato a governador da base governista.

Atualmente, três nomes estão no páreo, disputando a vaga de candidato ao Governo e tentando manter o apoio de 12 partidos aliados: o vice-governador Chico Daltro (PSD), o ex-vereador Lúdio Cabral (PT) e o ex-juiz Julier Sebastião da Silva (PMDB).

Porém, nenhum deles é unanimidade dentro da aliança, e somente Blairo Maggi é visto como um candidato capaz de manter unido o grupo e de vencer com facilidade o virtual candidato da oposição, Pedro Taques.

Por isso, diversos líderes cobram que ele avalie a candidatura, entre eles o governador Silval Barbosa (PMDB) e o deputado estadual José Riva (PSD).

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade