DEPUTADO REJEITA JANAíNA NA CPI DA COPA
06.03.2015

 

emanuel-voto.jpg

 

O deputado estadual Emanuel Pinheiro (PR) acha desaconselhável Janaina Riva (PSD) presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das obras da Copa do Mundo em Cuiabá e Várzea Grande. Para ele, a parlamentar não deve se expor a uma investigação de tamanha proporção. O republicano também citou que a deputada deve evitar polêmicas, pelo fato de ela ser filha do ex-deputado José Riva (PSD), que atualmente está preso no Centro de Custódia da Capital (CCC).

Pinheiro acredita que a deputada está bem intencionada quanto à eficiência da Comissão, no entanto, considera que Janaina está em seu primeiro mandato e pode expor o parlamento. “Acho desaconselhável a indicação dela para a presidência porque ela ainda é uma deputada jovem, que está no primeiro ano no exercício. Desta forma, ela pode expor tanto a imagem dela quanto a do parlamento”.

Ele ainda lembrou que o pai da deputada, o ex-parlamentar José Riva, foi um dos principais defensores da instalação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), um dos principais alvos da investigação. Pinheiro analisa que o debate é muito mais político do que jurídico, e que a escolha de Janaina pode resultar em ‘falácias’. “Ela tem o direito de ser, como deputada, mas independente do que ocorra vai suscitar em comentários negativos por ela ser filha do ex-deputado. Ele [Riva] vai provar a inocência ou não. Só o tempo dirá”.

Sobre a indicação dos representantes da CPI do PR, uma vez que o partido possui uma das maiores bancadas do parlamento, Pinheiro disse que ainda nada foi discutido. “Ainda não marcamos nenhuma reunião, mas em breve faremos para levantar alguns nomes. Vamos estudar para que as investigações sejam feitas de forma transparente, independente e com isenção”.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade