EXISTEM TéCNICAS DE CHUTE EM PROVAS? CONFIRA DICAS E SAIBA SE FUNCIONAM
06.03.2015

Existem técnicas de chute em provas? Confira dicas e saiba se funcionam

Em concursos públicos a concorrência é tamanha que até para “chutar” uma questão o candidato precisa estar bem informado. Claro que o segredo do sucesso é o conhecimento e o acerto, mas, quando não há essa possibilidade, o chute pode ser necessário. 

Segundo dicas do Lac Concursos, existem algumas “técnicas”, se acaso puderem ser chamadas assim, para os momentos de escolha. São, na verdade, algumas tendências apenas, baseadas em observações e sem nenhum critério formal, mas que podem fazer a diferença se preciso for.

Confira abaixo:

Técnica do “verdadeiro ou falso”: Algumas bancas preferem as provas de múltipla escolha, enquanto outras dão prioridade às questões de certo ou errado (as famosas “V ou F”). No caso das bancas que adoram o “certo ou errado”, normalmente, colocam como opções questões mais curtas e questões mais longas. A regra do chute aqui é que, geralmente, as longas estão certas, pois o examinador não vai escrever muito para fazer uma afirmativa incorreta. Lembrando que isso é uma tendência e que, primeiramente, você deve verificar que tipo de questão a banca que vai organizar sua prova costuma priorizar.

“Nunca, sempre, somente”: Principalmente para quem é da área de Direito (a maior parte dos concursos exige questões nessa área), as afirmativas decisivas ou absolutas geralmente estão erradas. Quando identificar as palavras “nunca”, “sempre” ou “somente”, portanto, é porque a questão provavelmente tem um problema. É preciso ler com atenção, mas, caso seja preciso chutar, aposte que ela está errada. Por outro lado, as alternativas que contêm palavras como “alguns” e “geralmente” costumam estar certas.

A hora do branco: Muita gente diz que, na dúvida, deve-se marcar a letra C, correto? Errado! É preciso avaliar também esse ponto para fazer um chute inteligente. Se não souber a resposta de uma questão nem conseguir identificar nenhuma pista para o chute, deixe-a em branco. Depois que terminar as outras, olhe o cartão resposta, veja que letras aparecem menos e marque-as. Se você quase não respondeu A, por exemplo, é essa a opção que você vai marcar nas questões que não conseguiu responder.

É válido lembrar que o maior sucesso do candidato é relação aos estudos, jamais aos chutes. É preciso empregar todo tempo possível na assimilação dos conteúdos requeridos em cada seleção. Mas, na eventualidade de um chute, faça-o com atenção e critério. 
COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade