MORADORES DO PASCOAL ESPERAM POR UPA
06.03.2015

Com entrega prevista para setembro de 2012, unidade ainda não foi concluída.

Com entrega prevista para setembro de 2012, unidade ainda não foi concluída.

Moradores da região sul de Cuiabá não veem a hora de poder contar com o atendimento na nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que fica no Pascoal Ramos, periferia da cidade. A obra tinha prazo inicial de entrega prevista para setembro de 2012, conforme placa instalada no local. Mas não foi concluída até hoje.

“É uma unidade que faz muita falta para todos os moradores. Essa UPA não vai atender apenas quem mora no Pascoal Ramos, mas pacientes de vários outros bairros, como o Jardim Industriário I e II, São Sebastião, Pedra 90 e o Parque Nova Esperança”, acredita a dona de casa Bernadete Aparecida de Mello, de 38 anos.

Entretanto, Bernadete Mello lembra que não adianta simplesmente entregar o prédio. “A gente precisa de UPA funcionando com toda a estrutura necessária, com médicos, enfermeiros e medicamentos. Na policlínica mesmo quase não tem médico”, afirmou.

Assim como Mello, a auxiliar administrativa Eliete Lima, 42, lembra que muitas vezes os pacientes têm que recorrer a outras unidades como as Policlínicas do Pedra 90, Coxipó e Tijucal para conseguir assistência médica. “A gente carece de mais uma unidade como essa, uma vez que as policlínicas sempre ficam cheias e com muita fila”, disse.

Com valor da ordem de R$ 3,1 milhões, a UPA do Pascoal Ramos fica ao lado da Policlínica Dr. Silvio Curvo. Em 2013, o Poder Executivo chegou a cogitar a possibilidade de transferir a sua construção, já iniciada, para a Avenida das Torres, no bairro Osmar Cabral. A proposta, no entanto, gerou muita polêmica.

A principal argumentação para mudança era a existência de irregularidades no terreno, que na época já aditavam o contrato em 22%, sendo que o máximo permitido em lei é de 25%. Após muita discussão, a Prefeitura decidiu manter a construção no Pascoal Ramos.

Ontem pela manhã, alguns homens trabalhavam no local. Porém, eles evitar falar sobre o andamento dos trabalhos, tocados pela SOS Construtora. A reportagem do Diário procurou a Prefeitura Municipal para falar sobre a previsão de entrega da UPA do Pascoal Ramos, mas assessoria de imprensa não deu um retorno.

A instalação de UPAs visa desafogar o pronto-socorro e, com isso, atender melhor a população cuiabana. Além da UPA Pascoal Ramos, a capital conta com uma unidade de pronto atendimento no bairro Morada do Ouro.

Outra unidade está prevista para ser construída na área onde atualmente funciona o Terminal Atacadista do Verdão. Os feirantes têm 15 dias para deixar o local para que a Prefeitura possa dar início aos trabalhos de construção da unidade.

COMENTÁRIOS

*** **  ***


VÍDEOS

      
BUSCA:
© Copyright 2014 A Notícias - Política de Privacidade